Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pesadelo e Desgraça

"Sonho e realidade, pesadelos e angustias, confundem-se em meus dias sombrios com toques momentâneos de felicidades.

Nada mais pode piorar na rotina, ao menos é o que eu penso, apesar de ter pensado o mesmo antes das três últimas pioras na minha vida. E elas vieram, uma sobre a outra, em questão de dias.

Esperança é palavra bela, de rima fácil e alegre. Rima com dança, rima com aliança. Mas não rima com superação de tragédias, nem com solução de problemas.

Penso sempre no pior, pois assim, por pior que seja a realidade que me aguarda, poderei comemorar por ter evitado aquilo que eu esperava. No entanto, tenho aprendido, dia a dia, que preciso melhorar minha criatividade, pois as desgraças que me aguardam são sempre maiores do que minha imaginação pôde criar.

Nem o suicídio me é mais possível, pois que deixaria um rastro de problemas sem solução a quem eu menos quero deixar a minha carga de problemas insolúveis. Preciso avançar muito para tornar ao menos o suicídio uma saída viável."

- Ei, acorda! Tá na hora!
- Heim? Na hora de que?
- Não vai trabalhar hoje?
- Ah, estou indo.

Droga! Era apenas um sonho!

E como é bom sonhar...

Em nossos sonhos as coisas são sempre melhores do que a realidade.
Jefferson Andrade
Enviado por Jefferson Andrade em 04/10/2007
Reeditado em 02/04/2009
Código do texto: T679723

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jefferson Andrade
Curitiba - Paraná - Brasil, 38 anos
151 textos (8488 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 04:04)
Jefferson Andrade