Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coração de poeta!

 Coração de poeta!

O poeta faz de sua caneta um pincel,
e do caderno uma tela colorida.
Onde dá várias tonalidades aos fatos da vida.
Dá brilho ao sol, luz á lua.
Suaviza ás lágrimas que escorrem.
Compara lindas rosas a grandes amores.
Deixa á alma transparecer.
Carrega no coração amizades verdadeiras.
Canta o canto dos pássaros,
 sem esquecer o vôo sincronizado dos beija-flores.
Leva em forma de mensagem,
Água e comida aos povos que sofrem.
Denuncia a corrupção.
Abraça os doentes.
Aplaude os vitoriosos.
Consola os que perdem.
Saúda todas as comemorações.
Revela segredos.
Registra todos os fatos.
Ser poeta é ser assim!
E eu sou uma poeta.
E quero continuar sendo por toda á vida.
Quando a velhice chegar,
Se não puder mais enxergar,
Quero ditar tudo que sinto,
Para que meus filhos e netos escrevam.
Se á fala me faltar, não importa,
Meu coração falará e as mãos obedecerão.
Mas se chegar tudo juntinho,
De uma só vez.,
Quero deixar gravado: tudo que já senti,
Escrevi, vivi.
Para que outras gerações leiam.
E se Deus me permitir, a gloria celestial,
Quero levar junto comigo minha alma poética,
Onde bate muito feliz:
Meu coração de poeta!



                                              Flavia Freitas
flavia freitas
Enviado por flavia freitas em 04/10/2007
Código do texto: T679987
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
flavia freitas
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 43 anos
203 textos (10329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 13:15)
flavia freitas