Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"OVNI = UFO"

(Amarelo Ouro?  -  Branco Neve?)

            Descrever cenas que vi!  Cenas que não vi mas às descrevi dentro de minha ótica não foi difícil!  Mas descrever o que quanto mais olhei menos entendi?  Eis um bom questionamento?
            Ano (1966), mês junho.  Av. Getúlio Vargas nº 186 +- (7 horas) da noite, estava muito escuro, naquela época eu, Ivanzinho e Fernando tinhamos o costume de neste horário ficar ali na praça da matriz paquerando as estudantes desajuizadas que matavam aulas para também paquerar!  Eu havia ganhado o meio da rua e estava bastante escuro quando começei a houvir os gritos do compadre Kito que também morava na Av. Getúlio Vargas, ali bem próximo de minha casa!  Sem entender aguardei ali no meio da Rua parado e o compadre não parava de gritar "olha lá!  Olha lá!  Olha lá!  Quando olhei para frente e para cima!  Acima da casa do Zé Pão lá estava um enorme aparelho resplandecente, uns dois metros acima da casa, tinha o formato de um ovo de galinha!  Um aparelho maior que a casa do Zé Pão!  Eu estou chamando de aparelho, porque não sei te dizer se girava o branco neve ou o amarelo ouro da parte interna!  Nunca mais esqueci aquele aparelho reluzente e fantástico, não é aparelho aqui da terra tenho certeza!  Não fazia barulho algum!  O branco neve externo tinha vida própria e o amarelo ouro também!  Eu de boca aberta e imóvel, sem saber o que fazer diante daquela coisa celestial!
            Foi pouco tempo sua permanência diante de mim!  Quanto mais olhava, menos entendia!  O compadre Kito não parava de gritar, quando ele foi se aproximando de mim, o aparelho majestosamente, numa velocidade incalculável dirigiu-se para o alto na direção de Belo Horizonte até ficar do tamanho de um balão de 20/30 cms!  E lá no alto ficou parado!  O compadre Kito chegou perto de mim assustado dizendo você viu?  Você viu!  Montou em sua bicicleta e foi trabalhar, esta época ele trabalhava na hoje extinta "Farmácia São Carlos", onde é hoje a UD celulares!  Eu fiquei ali parado no meio da rua por algum tempo, olhando para cima contemplando o lindo objeto!  Sem saber o que dizer!  Mas logo me lembrei das estudantes desajuizadas e fui para a praça!  Se fosse hoje eu entrevistaria a família de Zé Pão, para saber se eles ouviram algum barulho!  Se a sua casa recebeu uma avalanche de calorias, ou se eles pelo menos perceberam o clarão do objeto!  A seguir telefonaria para algum centro de pesquisa, pois naquela noite houve um apagão em Belo Horizonte, o negócio é tão sério, e foi um acontecimento tão espetacular que se passaram mais de quarenta anos e até hoje eu olho para a casa do Zé Pão procurando pelo aparelho brilhante e espetacular!
moraesvirada
Enviado por moraesvirada em 04/10/2007
Código do texto: T680026
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
moraesvirada
Lagoa da Prata - Minas Gerais - Brasil, 70 anos
392 textos (13606 leituras)
1 áudios (46 audições)
1 e-livros (33 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 13:35)
moraesvirada