Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cigana
 
Venha mulher de traços finos
Pele bronzeada pela vida
Olhos penetrantes variando de cor
ao sabor do clima
Lábios carnosos brilhando como fogo
ao toque da língua
Orelhas enfeitadas com flores de ouro
Pescoço fino dentro da blusa vermelha
ostentando colares reluzentes
Quadril largo balançando a saia franzida
Pés no chão. Sensual.
Braços finos. Mãos rudes, dedos longos.
Leia minhas mãos cigana
Olhe para os meus olhos
por misericórdia, alivia minha alma
Onde está meu amor?
Diga-me se ela ainda me ama.
Dá-me uma esperança.
Fale-me como está a vida dela.
O que tem feito? Tem outro?
Leia em minhas mãos
Diga que ela voltará.
Eu tinha tanto medo de você cigana
Confesso que não tenho mais
Eu agora só tenho medo de perdê-la.
Leia minhas mãos...
Augusto Servano Rodrigues
Enviado por Augusto Servano Rodrigues em 05/10/2007
Código do texto: T681079

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Augusto Servano Rodrigues
São Paulo - São Paulo - Brasil, 69 anos
156 textos (50684 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 14:42)
Augusto Servano Rodrigues