Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DENTISTA

O barbeiro que não para de conversar contigo te enche um pouco o saco às vezes, porém, ele é bem legal no que diz respeito ao direito de defesa. Você pode muito bem dizer. – Hei cara, corte logo este cabelo e cale esta maldita boca. Ou talvez ser um pouco mais delicado, isto vai depender do grau de intimidade que tivermos com o cortador. E você deve estar se perguntando: -O que tem o dentista com isso?
Eu respondo:
O problema está no direito de resposta. Imagine-se chegando ao consultório dentário, ou câmara de tortura como alguns preferem chamar e começar o diálogo:
-Bom dia!
-Bom dia!
- Como vai o senhor?
-Bem e você?
Nisto você já esta sentando na cadeira e começando a abrir a boca...
-Pois é, e o Vasco hein?
-Bateu um bolão.
-Você acabou de tomar a anestesia e sua boca já está dormente.
- Mas o Flu também foi bem!
Neste ponto você só faz um ruído meio positivo, com medo de cospir quando fala.
E o cara continua.
-Como está a sua irmã?
E ziiimmmm , liga aquele motorzinho horrível na sua boa. O que você diz? Nada. Você não tem como falar.
Ele continua achando que aquele monólogo é um diálogo.
-Nossa aquele filme de ontem foi bárbaro!
Ele tira o aparelho da sua boca, você pensa que vai responder e ele diz: -Cospe!
Você cospe pensando no filme, e quando finalmente vai dar a sua opinião: - ziiimmmmm....
Mas o carrasco continua falando e você já está concordando com tudo, sem dizer nada, de boca dormente... Imagine o poder do cara....
- Dizem por aí que você é gay.
Você se assusta e diz. – ah! Misturado com um monte de saliva.
O cara diz:
-Sabia! Como se aquele ruído fosse um sim, ele já está acostumado com todos concordarem. Afinal de contas ninguém nunca falou nada contra, aliás, ninguém nem falou.
- A consulta vai custar R$1200,oo.
-Arhh!
-Dinheiro ou cheque?
-uhhrrharr.
-Dinheiro, isso é bom.
-Avista?
-irhhhhuruudslç.
-Que bom! Pague ali com a secretária na saída!
-fjohhfsuhgf.
Finalmente ele termina, você se prepara para não cuspir quando falar e quando vai se pronunciar, escuta:
-próximo!!
Anildo Gonçalves Pinto
Enviado por Anildo Gonçalves Pinto em 17/03/2005
Reeditado em 07/04/2005
Código do texto: T6870
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Anildo Gonçalves Pinto
Nilópolis - Rio de Janeiro - Brasil, 43 anos
36 textos (9422 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/16 21:18)