Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aos pés do anjo

   A bela lua crescente desta primeira quinzena de abril tirou meu sono tranquilo... Ou será que foi a linda jovem que conheci dias atrás?
   Não posso negar que seus olhos castanhos ainda brilham nos meus; E sua pele macia, sedosa, molhada por precipitação sensual, ainda desrregulam meu metabolismo por completo. Aquela é realmente uma linda fêmea !
   Notei que seus pequeninos pés são uma atração à parte. Muito bem cuidados e de uma delicadeza extraordinária; Os dedos são bem planejados e o diâmetro das falanges justo. Pintados de um rosa bem claro e calçados por uma simples sandália popular. Lindos...
   Não digo que os mais belos pés que já pousei meus olhos são os de Maria ou Elvira, Rosana, Bruna, Núbia, Júlia, Claudia ou Maitê (os de Claudia são bonitos!); Não digo isso porque não sei o nome daquela jovem, que por sua vez, não sabe do encanto e meu sono perdido ao lembra-la no meio da noite, de súbito.
   Foram noites muito ruins de pregar os olhos. Eram dedinhos perfeitos invadindo o espaço aéreo de meu quarto...
   Mas então, finalmente, um sinal formidável de minha capacidade em poder dormir (tranquilamente) outra vez. Sonhar com olhos cerrados; estou com sono agora... Vou finalmente fechar os olhos e vagar por nuvens vagabundas e macias. Nuvens, que me levam ao encontro da linda jovem que apareceu na chuva; Dona de pés memoráveis, pele molhada e ladra de noites com paz...  Um anjo que conheci outro dia.
Douglas Oliveira
Enviado por Douglas Oliveira em 10/10/2007
Código do texto: T688500
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Douglas Oliveira
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
32 textos (1543 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 14:00)
Douglas Oliveira