Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma pausa para Raul

Raul Seixas tinha o poder de ser sempre atual, através de suas MÚSICAS. Ouro de tolo, por exemplo, ele cantava: "dentro do apartamento com a boca escancarada cheia de dentes esperando a morte chegar". Depois: "eu prefiro ser uma metamorfose ambulante a ter aquela velha opinião formada sobre tudo". E tantas outras. Medo da chuva: “os amores que a vida me trouxe e eu não pude viver". "Quando eu jurei meu amor eu trai a mim mesmo, hoje eu sei". “Sonho que se sonha só é sonho, mas sonho que se sonha junto é REALIDADE". Raul foi um CRONISTA do cotidiano do povo brasileiro, a partir de sua ótica sempre inteligente, denunciadora e descompromissada de qualquer rótulo ou modismo.

atanazio mario fernandes Lameira
Enviado por atanazio mario fernandes Lameira em 08/11/2005
Código do texto: T68899
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
atanazio mario fernandes Lameira
Laguna - Santa Catarina - Brasil
364 textos (12408 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 09:56)
atanazio mario fernandes Lameira