Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

É UMA LOUCA!

                     (OU FELIZ DIA DOS PROFESSORES)
          Ao se aproximar mais um “Dia dos Professores” eu faço esta reflexão e concluo que sou educadora por opção, vocação e profissão.
          Melhor dizendo: eu optei por esta carreira, tenho vocação para o magistério e atuo profissionalmente nesta área. Digo mais: eu tenho orgulho de ser uma educadora!
          Ao afirmar isso hoje pela manhã, em mais uma aula (com brilho nos olhos) deixei evidente o meu entusiasmo pela causa da educação.  Entusiasmo comparado ao de uma iniciante, embora eu já esteja perto da aposentadoria.
          Meus alunos devem pensar: “É uma louca”. E não lhes tiro totalmente a razão. Num país onde grande parte da população é analfabeta, que não investe nem valoriza a educação e cujo principal mandatário é analfabeto, como pode alguém orgulhar-se dessa profissão?
          Eu tenho um orgulho danado e a explicação é muito simples: eu faço o que gosto e faço por prazer. E as pessoas percebem na minha prática esse diferencial: o fazer por gostar, pela realização profissional.
          É lógico que o salário conta! Preciso dele no final do mês.  Mas permitam-me relatar algo que aconteceu ainda há pouco.
          Saí de uma enfermaria onde visitei um aluno com necessidades educacionais especiais.  Ele não fala, não anda, tem múltiplas deficiências e inúmeros comprometimentos físicos e mentais. Me comuniquei  com ele através do tato (toquei em suas mãos e ele sentiu o calor das minhas) e do olhar. Ele me sorriu. Dinheiro nenhum no mundo paga esse sorriso!
          Tenho orgulho de ser professora e de assumir o desafio de desenvolver um programa de escolarização destinado a crianças, adolescentes e adultos hospitalizados.
          Num passado não muito distante lugar de professor era apenas na escola. Hoje temos professores em aldeias indígenas, no campo, nos presídios e até em hospitais.
          Se para a aquisição do conhecimento não existem fronteiras, muito menos para a ação do professor.
          Feliz "nosso" dia, caras educadoras!
Angela Ramalho
Enviado por Angela Ramalho em 10/10/2007
Reeditado em 12/10/2007
Código do texto: T689209

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angela Ramalho
Maringá - Paraná - Brasil
648 textos (58468 leituras)
8 e-livros (949 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 08:46)
Angela Ramalho