Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
                                                CAFÉ AMARGO

Maria leva uma vida dura.Não tem recursos e luta para sobreviver.
Descrente de tudo segue seu rumo com vontade de desistir.Talvez "dormir pra sempre" levando consigo aquele sonho despedaçado...
Suas mãos calejadas buscam um ombro amigo em vão...E como um barco a deriva se vê perdida no mar de amargua.
Ela trabalha como cortadora de cana e ganha um salário de miséria.Na verdade é explorada.E como tantas outras não é tratada com o devido respeito.Nunca soube o que é cidadania.Nunca teve um lar decente.Vive com as companheiras num casebre sem as mínimas condições de higiene.Por causa disso já ficou doente várias vezes.Mas o patrão "não tá nem aí..." Ele só quer saber se a colheita de cana foi boa...Quantos caminhões foram carregados...Pouco importa pra ele as condições de vida das cortadoras de cana.
Neste cenário Maria desnutrida e quase sem forças levanta de madrugada e vai direto para o canavial trabalhar debaixo de sol ou de chuva.Afinal ela está endividada com o patrão que lhe desconta os mantimentos.Caiu nesta armadilha e não sabe como sair.A dívida sempre aumenta...E o capataz do patrão controla tudo.
As vezes Maria tem a sensação de que está acorrentada.Embora as correntes não sejam visíveis ela sente a presença delas no corpo e na alma,tamanho o seu sofrimento.O pior é que essa situação não muda.As lágrimas secaram.A esperança acabou.E a sina continua.Até parece escravidão.Ou será?
Quando chega a noite Maria(mãe solteira) sente saudades do filho que não pôde criar.E indaga aos céus:
- Quando o verei novamente? 
Por incrível que pareça isso acontece em pleno século XXl.E todo mundo finge que não vê...
Para muitos a vida é bela.Um " doce"...
Mas para Maria a vida é" café amargo".












   
Gladston Salles
Enviado por Gladston Salles em 12/10/2007
Reeditado em 23/04/2011
Código do texto: T691438
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link gladstonsalles.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Gladston Salles
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
112 textos (36501 leituras)
2 e-livros (331 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 05:43)

Site do Escritor