Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apenas um desabafo....

Porque a justiça só é cega pra quem não sabe? Porque ela não vê pelos olhos dos que vêem?

A infância roubada diante dos olhos da humanidade, e parece ninguém fazer nada...
Sem carinho, sem amor, sem pais, sem estudo, sem a paz que se necessita para crescer em paz.
O estomago ronca cada vez mais alto, os olhos buscam cada vez mais longe do presente,...

A esperança parece morrer nos olhos fundos da tristeza, na busca incansável de ver, ter, perceber,dizer, estou aqui existo por você, pra você, com você...
Você não vê? ...
Na tentativa do ato bom, se vê a maldade, por de trás, por ser, pobre, preto,amarelo, vermelho,descabelado, pés no chão, desconsiderado da comunidade.; Social? O que os olhos vêem?

-Mais um numero abatido pela ignorância dos que não tem, sim, estes não tem alma, cultura, princípios, eles abatem como presas, caçam, porque? Por medo do que não conseguem entender?  São crianças que crescem sem nem poder sonhar com o melhor dia do amanha por não terem a oportunidade dada (a tal sociedade), estes não se inclui...
Quando só o que se quer é dignidade.,e quando esta não existe, não acreditam nela,assim cresce o que a sociedade rejeita; e se elimina a infância e a adolescência inocente,e rebelde.
Sem perguntar nada, pois nada esses olhos negros de raiva, conseguem ver...
E até num ato inocente de entrega, esses olhos cegos do amor, vê a maldade, e o inocente rebelde paga com a vida, ou com o futuro roubado atrás das grades do desespero, por ser pobre, preto, descabelado,amarelo, vermelho, analfabeto, diferente ou casual...
 O amor quer apenas a oportunidade de crescer, na infância roubada pela comunidade, Social?
 Nesse momento, só um apelo, Por Deus, vamos cuidar de nossas crianças para que estas não continuem a se tornar mais um numero, perdido em abates pelo tempo..
Yancka
Enviado por Yancka em 15/10/2007
Código do texto: T695584

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Yancka
Santos - São Paulo - Brasil, 53 anos
145 textos (21955 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 16:36)
Yancka