Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Crônicas do Cotidiano

...E o Big-Brother vai começar! Não, não é esse da TV. Esse eu não tenho o mínimo interesse. Vai começar o Big –Brother do trânsito. Isso mesmo! Você que mora em São Paulo vai ser obrigado a colocar um chip “gratuito” no seu carro, e será monitorado diariamente por 2500 antenas instaladas nos arredores de nossa grande metrópole. Mas você que não mora em São Paulo, não pense que vai escapar. Esta é uma medida Federal, e em breve haverá uma antena pertinho de você. Sorria, você está sendo antenado! vai ser o mote da campanha. E não vá pensando que se trata de filme de ficção científica. E também não se trata de realidade virtual. Cada vez mais eu tenho a sensação que o Fernandinho Beira-Mar está solto, e eu preso. Fiquei sabendo que ele casou!!!

Falando em tecnologia, em breve teremos mais uma personagem de sucesso de nosso país nas páginas de revista masculina. E viva o Proto-shop! Trata-se de Mônica Veloso, a “miss-senado”. No nosso país é assim. É só f.... com Senador, que além de pensão milionária, vira capa de revista! Enquanto isso, o povo se f.......! Mais esperta que essa, só a Luciana Gimenez, que, me perdoem o trocadilho, também f.....

Senhores pais e responsáveis. Mudem a educação que estão dando para vossos filhos. Digam para eles parar de estudar. No nosso país para dar certo, ou virando jogador de futebol, ou ficando pelado pra revista. Essa juntou as duas paixões nacionais. Ana Paula, ex-bandeirinha também levou um bom trocado para passar por sessões de foto-shop, quero dizer, sessões de fotografia. O Big-Brother também é uma boa alternativa. Ou a da TV, ou o do trânsito de São Paulo, tanto faz. Imagina a indústria de multa que isso não vai gerar? Eu, que tantas vezes passei no sinal vermelho de madrugada, com medo de ser assaltado, terei o livre arbítrio de escolher entre ser roubado pelo assaltante, ou pela multa 30 dias depois.

Aliás, me sinto assaltado constantemente. É banco que me cobra tarifa de todos os lados, é mercado que coloca um preço na prateleira, e cobra outro no caixa, é zona azul que pago pra me roubarem o carro. Semana passada, descobri que os pedágios que paguei tantas vezes nas estradas de São Paulo estão 6 VEZES MAIS CAROS que o normal. Se for “Sem-parar” então, o pedágio fica um pouco mais caro. Só no Brasil mesmo. Pra se livrar do trânsito que o próprio pedágio causa, pagamos mais caro!!  E olha que eles economizam chancela, empregado, etc. É o mesmo princípio do estacionamento dos shoppings. Venha aqui, faça suas comprar e pague o estacionamento! Se a moda pega. Já tem um sacolão bem pequeno, de bairro, perto de casa, que está cobrando estacionamento. O próximo passo são os supermercados. É “pagar” pra ver!

Ouço no rádio que consumir alimentos com cobre (existe cobre nos alimentos???) faz bem pra saúde. Cogumelos, por exemplo, são ricos em cobre. Mas cuidado: O consumo excessivo pode causar leucemia.

Enquanto isso, Lula diz que estamos pagando mais imposto porque estamos ganhando mais....

Você acha que estou estressado? Eu estou super calmo. Mas se o Luciano Huck pode ficar bravinho porque roubaram o Rolex dele, porque eu não posso?

O presidente da Philips disse que se o Piauí desaparecer ninguém vai perceber. Eu acho uma ótima solução, não só para o Piauí, mas para todo o nordeste brasileiro. E para toda a África também. Para acabar com os pobres, basta fazer sumir. Desaparecer. Jogar uma bomba! Pronto! Acabou a pobreza, e só sobraram a Oscar Freira, a Daslu e Campos do Jordão. Ótimo para um passeio com os cansados e os cachorros do João Doria Jr. E com o Luciano Huck, e o seu novo Rolex.

Vou recomendar esta solução para o meu novo ídolo: o Capitão Nascimento. Pra que BOP? Pra que tropa de elite? É só chamar a Philips, e fazer sumir as favelas do Rio.

Essa semana vou pro cinema. Assistir o tropa de elite. Já assisti pirata. Mas não acho isso certo, então, para contribuir com a bilheteria do filme, e apoiar o cinema nacional, eu vou ao cinema. Só não vou comer pipoca, que tá muito cara. Mas será que Lula foi no cinema depois de assistir o DVD pirata do Cidade de Deus?

 Mês passado São Paulo participou do “Dia mundial sem carro”. Eu, até gostaria de ter participado. Não há nada que me estresse mais do que trânsito e fumaça de caminhão. Mas qual seria minha opção? Numa megalópole como esta, com míseros 60 km de metrô, só se eu fosse a pé, mas ainda não é maratona de São Paulo, ou se eu fosse de táxi, que teria o mesmo efeito de andar de carro. Há opção de ônibus também. Ou lotação clandestina. Ou os trens balas que temos por aqui. Entre e compre uma bala do vendedor ambulante.

Nando Reis diz em uma de suas músicas: “o mundo está contrário e ninguém reparou”. Há uma outra música, de compositor que não me lembro no momento, que diz que “o fim do mundo já passou faz tempo”. São trechos que me fazem refletir.

A inveja mata. Este fim de semana fiquei com uma inveja tremenda. Não foi do Alemão que ganhou 1 milhão e tá traçando gostosa a torto e a direito; não foi do cachê da miss senado, e nem da estratégia de Marketing do Tropa de Elite, de pulverizar na pirataria, e economizar na propaganda. Foi de um caseiro. Visitei um sítio, no litoral norte. Depois do estress com o trânsito, com o pedágio, e algumas mutucas me mordendo mesmo depois de passar o “off”, constatei o que é verdadeiramente um bom emprego. E com um salário mínimo, ainda por cima. Viver na mata. Respirar ar puro. Acordar com os pássaros. Passear com os cachorros. Cuidar do jardim.....E o melhor: não ter a mínima idéia de quem é Renan Calheiros!

Ivan Sanches

ilsanches@gmail.com
Ivan Sanches
Enviado por Ivan Sanches em 15/10/2007
Reeditado em 16/10/2007
Código do texto: T695767

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ivan Sanches
Santo André - São Paulo - Brasil, 35 anos
141 textos (12501 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 07:57)
Ivan Sanches