Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Há algo profundamento errado aqui

Há algo profundamente errado aqui

Os valores estão completamente invertidos, assaltados são crucificados, assaltantes glorificados, são os novos paladinos da justiça, surreais versões modernas de Robin Hood.
Quem ganha dinheiro honestamente não pode comprar e usar o que deseja sob o risco de ser acusado de ostentação enquanto os ratos em Brasília e suas "filiais" trajando o manto da política, multiplicam exponencialmente seus patrimônios com o dinheiro que faz com que idosos morram em filas, analfabetos vaguem cegos pelas ruas imundas e sem segurança e crianças busquem o tráfico por falta de escolas e opções, uma Auschwitz tupiniquim.
Pagamos a maior carga tributária do mundo para sustentar corruptos, bandidos, assassinos e seus cúmplices, não temos saúde, educação nem segurança e há muito assistimos morrer definhando lentamente a tal da esperança.
Não temos como mudar isso, se tentarmos, seremos  sugados e envolvidos pelo esgoto vigente, uma areia movediça seletiva que só afunda quem não é corrupto ou não se deixa corromper.
Resta-nos assistir a tudo passivamente, cumprir nosso dever cívico de votar nos mesmos larápios com sempre novas maquiagens e máscaras e ostentarmos nosso título de babacas pós-modernos ou matarmos nossa ética, nossa moral, sangrarmos nossa essência e nos unirmos a corja em qualquer uma das quadrilhas, senado, cãmara ou similares.
Acabaram com o ideal democrático, instauraram uma nova versão de poder. Inquestionável, acima das leis naturais, com leis próprias , criadas em auto-favorecimento ou regiamente pagas de forma ilegal para interesses de  outros bandidos. Imunidade parlamentar, sigilo bancário e outras aberrações inimagináveis para ditos representantes do povo.
Criaram uma nova monarquia hereditária e nepotista onde passam seus cargos estéreis e indignos entre familiares e amigos para manterem o produto da pilhagem ilimitada , furtada de quem realmente trabalha dentro do santo ciclo imoral que vivem, nada além de uma versão descarada e institucionalizada da máfia.
Sinceramente, gostaria de sempre escrever sobre o amor, que indubitavelmente é o que vale a pena, mas ás vezes aflora incontrolavelmente algo que tenho que expressar e verbalizar, a vergonha e o asco que sinto de ser Brasileiro e viver neste pântano imundo.
Perdoem o desbafo de alguém que não aguenta mais ver Renans, Lulas, Dirceus e outros nos afrontarem todos os dias com suas criativas e manipulatórias formas de extorsão.

Leonardo Andrade
Leonardo Andrade
Enviado por Leonardo Andrade em 15/10/2007
Código do texto: T695816

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leonardo Andrade
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1506 textos (64297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/17 20:49)
Leonardo Andrade