Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sobre a tristeza e o maracujá_



  Houve um tempo em que ligar a tv para assistir ao jornal, acompanhado do jantar, era uma coisa boa. Boa no sentido de manter-se informado sobre os acontecimentos em nosso país e no mundo (até no mundo dos outros); sobre as coisas que direta e, indiretamente, nos tocam. Tenho que confessar meu antigo e rotineiro hábito (quase religioso) de assistir os jornais noturnos.
    Com o tempo,perdi esse interesse. Não quero mais saber do homem e suas pelejas; suas sujeiras e expectativas financeiras, seus conceitos de certo ou errado. Estou farto! Não assisto mais ao caos através deste aparelho. Contento-me em "ter" que assistir (ao vivo) esse lupanar coletivo que os homens transformaram em coisa trivial.
Esqueceram de falar das coisas belas que ainda (ainda!) existem por aí; as coisas que Deus nos deu de presente e  não sabemos aprecia-las por sua própria existência, afinal; Se não gerar lucro, não interessa...
   Num desses dias de inverno inverso,caminhando, numa rua perto do
trabalho, uma flor me chamou a  atenção. Exótica como poucas e linda como só ela; Parei para contemplar seu viço. A Flor de maracujá.
   Passei a acompanhar sua evolução, pois não acreditei que aquela maravilha iria tornar-se um fruto tão apreciado por mim desde muito jovem. Afinal, o extrato desta fruta todos conhecem o sabor. Mas quantos já presenciaram sua fase anterior? Seu botão, sua flor? tornou-se...
   As flores juntaram-se em magestosa técnica de agrupamento e o formato surgiu como por mágica natural. Estava ali uma obra extraordinária que muitos homens não viram acontecer, não perceberam pois estavam muito ocupados... com suas contas e seus assassinatos. Estavam cegos diante da tv e suas noticias tristes. Estavam tristes...
Douglas Oliveira
Enviado por Douglas Oliveira em 16/10/2007
Código do texto: T696461
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Douglas Oliveira
São Paulo - São Paulo - Brasil, 36 anos
32 textos (1495 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 20:20)
Douglas Oliveira