Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sinal dos tempos


"Sou melhor do que as pessoas pensam e pior do que elas imaginam...

as críticas não me abalam e os elogios não me iludem,

eu sou o que sou, não o que dizem...

O que eu sou é o que me faz viver...

Não ligo se me olharem dos pés a cabeça,

 pois nunca terão minha cabeça e jamais chegarão aos meus pés..."

 
Li essa frase em um e-mail que recebi, a autoria não sei porém concordo plenamente com ela.

Estamos vivendo uma época diferente da que fui criado, onde havia respeito e carinho pelas crianças, pelos velhos, pelos professores, pelos pais e avós, pelas mulheres grávidas e pelas autoridades.

Hoje isso já não existe mais, pois mesmo sendo um absurdo, algumas mães deixam seus filhos em sacolas de lixo ou os jogam em rios, outras os matam, também existem filhos que matam seus pais e seus avós para ficar com a herança de posses da família e muitas vezes presos ficam apenas com as grades.

Mas não param por aí as diferenças, na nossa própria vida, antes amar era querer bem, era ter amizade, era confiar, era ter cumplicidade era dar flores e pequenos agrados de surpresa só para ver a quem se amava feliz era dar mais do que receber.

Hoje o que se tem são inseguranças, desconfianças, como se os amantes ao invés de estarem lutando por um mesmo objetivo estejam em campos opostos cada um se precavendo contra alguma armação ou estilingada do outro.

O amor cada vez mais propalado em palavras, frases, scraps, e-mails na realidade está cada vez mais chocho, talvez esteja deixando de existir e dando lugar apenas as paixões intensas, porém fugazes.

Hoje é um te amo, te adoro, te quero muito e amanhã pode ser um seco te estou deletando de minha vida, tchau.

Pena que esse seja um sinal dos tempos atuais, pois como era bom amar e ser amado, confiar e ter a confiança da pessoa amada, sair e ao retornar ter aquele abraço gostoso e a reafirmação de um amor perene.

Acho que éramos todos felizes e não sabíamos.
Renato Zecca
Enviado por Renato Zecca em 20/10/2007
Código do texto: T702207

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Renato Zecca). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Renato Zecca
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
257 textos (80663 leituras)
6 áudios (23705 audições)
2 e-livros (186 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 16:04)
Renato Zecca