Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

JOVEM ESCRAVA

          Sexta-feira próxima passada à tarde, no terminal rodoviário de Campo Grande - Cariacica - ES, local que faz parte da minha rotina diária no tangente ao ato de transportar-me casa-trabalho e vice-versa, observei à minha frente na fila de espera do ônibus coletivo, uma jovem abrindo um maço de cigarros. Ela colocou um cigarro na boca, acendendo-o em seguida. Como faço palestras nos ônibus coletivos pela manhã, alertando às pessoas sôbre o perigo das drogas em geral e, também sôbre o amor de Deus pelo ser humano, não pude me calar diante daquela cena. Com carinho, perguntei para aquela jovem, o porquê dela estar se auto-destruindo, apesar de tão jovem e bonita. Disse que Deus a amava e, que ela precisava ser forte para abandonar aquela prática que a estava escravizando. Após um rápido diálogo, perguntei a sua idade e, ela disse-me que tinha dezenove anos, embora aparentasse bem menos, talvez estivesse mentindo para mim sôbre a sua idade, não sei. O fato, é que soube da sua própria boca, que ele começara a fumar aos doze anos e, portanto, é alguém dominada pelo vício do fumo, há sete longos anos. Disse-me ela, que não conseguia parar de fumar, embora já tivesse feito algumas tentativas. A dependência da nicotina e das outas substãncias que o cigarro industrializado possui, a deixa com dores de cabeça insuportáveis, quando tenta abster-se do maldito tabaco, relatou-me ela. Aquela jovem seguiu o seu destino e, não sei se outras tentivas serão feitas por ela, no intuito de libertar-se do vício do tabagismo. Sei porém, que existem muitos jovens no nosso país que estão dominados e entregues ao vício de toda espécie de drogas e, está mais do que na hora de as autoridades constituídas tomarem  providências mais enérgicas, objetivando coibir o assassinato gradativo de jovens indefesos que nada sabem da vida e, que são adotados pelas drogas. Esses jovens só encontram nos seus lares, falta de amor e compreensão. A realidade da vida torna-se dura demais para eles e na tentativa de achar uma válvula de escape, que deveria ser Jesus Cristo, esses jovens agarram-se a qualquer coisa que os faça sentirem aceitos. De um lado, está Jesus cristo, mostrando as marcas nas mãos transpassadas pelos cravos, como prova de amor a todos nós. Abrindo os Seus braços de amor, Ele quer abraçar-nos e conceder-nos uma vida realmente feliz. Só que a maioria, tanto jovens, como adultos faz pouco caso da oferta de Cristo. É triste, porém real, ver jovens e adultos aceitarem o convite das drogas, que convidando-os de braços abertos tem o convite aceito imediatamente, conduzindo-os certamente mais cedo ou mais tarde, ao cárcere ou à morte.
          Seria maravilhoso se todos os pais deste mundo conhecessem a Jesus Cristo e, pudessem falar do amor do Salvador para os seus filhos em todo tempo e lugar. Se assim ocorresse, não teríamos um mundo de tantas misérias. O triste porém, é que a maioria das pessoas desconhece a fonte da verdadeira felicidade que é Jesus Cristo e, ninguém pode falar daquilo que não conhece. Sem conhecer a Jesus, as pessoas são escravizadas facilmente, porque só o Filho de Deus pode oferecer a verdadeira liberdade.    
Antonio Alves
Enviado por Antonio Alves em 22/10/2007
Código do texto: T704496
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Alves
Serra - Espírito Santo - Brasil, 55 anos
4707 textos (116059 leituras)
10 áudios (3164 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 11:32)
Antonio Alves