Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amigos para Sempre?

Eram amigos, daqueles inseparáveis. Como unha e carne. Onde quer que seja que um estava, invariavelmente, o outro também estava. Era uma amizade que já durava 42 anos. Hoje, com 47 anos, Tadeu dizia para quem quisesse ouvir, que se lembrava perfeitamente do dia em que se conheceram, quando ambos tinham apenas 5 anos de idade.

E era exatamente isso que ele estava dizendo, do alto daquele edifício. Dizendo não, gritando. Ainda por cima, ameaçava se jogar lá para baixo e dar um fim àquela vida. Tadeu estava indignado. Como é que 42 anos depois, o amigo tinha resolvido, sem mais nem menos, desaparecer?

Antes de se jogar, Tadeu se lembrava de todas as aventuras pelas quais os dois haviam passado juntos. A vez em que fizeram a nado a travessia entre Ilhabela e São Sebastião, outra vez em que resolveram mergulhar com os tubarões e também do dia em que resolveram ir ao jogo do Corinthians, com a camisa do Palmeiras. O amigo conseguiu fugir, Tadeu apanhou feito um cachorro e depois, em casa, os dois riram daquela situação.

Se lembrou também da vez que brigaram por causa de uma mulher, e combinaram nunca mais repetir o erro, da vez em que passaram 2 noites em claro seguidas, bebendo até cair, enfim, Tadeu se lembrava de todos os momentos bons que os dois passaram durante esses 42 anos.

E tanto tempo ele ficou ali em cima, gritando, chorando e se lembrando, que os bombeiros chegaram. O clima ficou tenso quando Tadeu viu que um se aproximava demais para tentar salvá-lo. Mas não percebeu que um outro chegava pelo lado oposto. Resultado: ele estava agora fora de perigo.

Na delegacia, cobraram explicações dele, que se recusava a dar qualquer declaração. A única frase que disse, foi de que só falaria na presença do amigo. Os investigadores então, sairam em busca do amigo e também de pistas sobre a vida de Tadeu. Não encontraram o amigo misterioso, mas descobriram que Tadeu, horas mais cedo, havia acabado de receber alta do hospício que havia sido internado há quase 30 anos, por conta de não conseguir se desfazer de um tal amigo imaginário.
Ricardo Polinesio
Enviado por Ricardo Polinesio em 22/10/2007
Código do texto: T704713

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site "www.polinesio.zip.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Polinesio
São Paulo - São Paulo - Brasil, 37 anos
68 textos (5640 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 10:34)
Ricardo Polinesio