Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A quimica do amor



   Este sentimento que é amar, é a mola de tudo,por ele e através dele, movemos montanhas,nos tornamos amáveis, e vemos as coisas com outra visão.Mais humanista e mais fácil de se entender-se e  a outros. Sua ausência, já traz consequências não muito agradáveis,até chegando ao ponto de criar patologias sérias que desvirtuam o caráter do indivíduo. Sua negação,ou desvalorização,torna o indivíduo frio,calculista,onde a razão determina um comportamento até agressivo,onde também pode levar a criação dos sociopatas, que fazem atitudes agressivas contra outro em nome desse"amor", mas que na verdade é a ausência dele.
    Hoje,como sempre acontece na evolução humana,criou se uma temologia popular,longe dos compêndios técnicos científicos ,mas que na prática  é de uso corriqueiro e constante. Chama se química do amor. Todos aqueles que ousam escrever(não sou escritor nem tão pouco poeta),pensam bastante,ouvem e procuram decodificar esse "ouvir". Numa dessas conversar alguém falou sobre essa"química". Disse ele que temos em nosso organismo diversos hormônios,que na verdade são reguladores de várias funções,inclusive da ação hormonal.Fato real que poemos falar do desequilibrio do Lítio,que é associado aos transtornos bipolares. Então nesta divagação química,temos a endorfina e tantas outras "inas" e nomes complicados reservados ao gênios, Então esta figura falou de feromôneos,que seria o atrativo para que houvesse a união dos seres existente em nosso planeta,diga se seres,por não o ser humano o único a ter essa substância. Muito bem ,disse ele, que em  nossas narinas há um tipo de glândula cuja função é identificar e compatiblizar os ferômenos existentes,dai explicação de gostarmos de pessoas que não tem muito a ver com aquilo que sonhamos no referencial que sempre moldamos ou criamos.Então vemos a mágica da natureza,colocar essa substância para a atração,cuja finalidade é a reprodução da espécie.Pensando e divagando, é por isso que nos apaixonamos e logo depois vemos que entramos em uma  barca furada, e a pessoa que está ao nosso lado torna-se um martírio em nossas vidas, e por vezes até tentamos escapar,mais a atração ou essa coisa da paixão nos torna  prisioneiro deste sentimento.
   Uma vez descoberto esta teoria muito maluca,vem uma outra pergunta...O que fazer para não mais cair nesta cilada da natureza? Eu gostaria de saber a resposta...Mas  e o amor, essa coisa que poetas ,cantores bradam em alto e bom som...Existe? Se existe qual é realmente sua forma? Como ele acontece? Como fazer para identifica-lo e torna-lo nosso companheiro? Amor incondicional? Muitos acham pieguice..Amor fraterno? Alguns acham sublimação...Amor de mãe? Alguns acham que mais uma vez a natureza,com sua ação inteligentíssima dotou a mãe com este sentimento de super proteção. Pois ela se eterniza em seus filhos! Se seu filho deixar de existir,a continuidade da espécie fica ameaçada...Amor dos amigos..ums dizem que é a necessidade que temos de não ficar só,precisamos sempre de alguém para ser nossso absorverdor de problemas....Então ficou meio complicado definir este amor. Mas eu,particulamente não fico com a explicação quimica e nem tão pouco com os poetas...Fico com a vida que até agora vivi...Amar é dar se em  função do outro...É saber que estar à dois,não é  um contínuo ato de cobrar...É saber conquistar o que deseja com o  outro usando a mesma arma que será o produto final da relação o amor...É respeitar o outro,já que se propôs a doar se a uma única pessoa, que assim seja...É chorar junto quando o outro também chora...è cuidar ,vendo suas necessidades emocionais,ter carinho com suas coisas...Conquistar juntos as coisas materiais,conquista mútua...É ser verdadeiro,ainda que possa doer,pois ser verdadeiro é construir....É ser verdadeiro consigo mesmo,não mentindo nem para os outros e nem para si...É conservar a relação e coloca-la em um lugar sagrado, onde mesmo as pessoas mais próximas possam tocar e desvirtua-lo..Ai vem a minha outra pergunta....Será que existe alguém que age  assim???

                                       Gilmar manhã do dia 22 de outubro 2007
Gilmar Santos
Enviado por Gilmar Santos em 22/10/2007
Reeditado em 17/03/2008
Código do texto: T704720

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilmar Santos
Planaltina - Distrito Federal - Brasil, 59 anos
696 textos (113535 leituras)
53 áudios (5041 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 10:41)
Gilmar Santos