Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PEDAÇO DE MIM!

Me sinto fragmentada
Por que me sinto assim, não saberia dizer!
Me sinto nas nuvens
Não, não de felicidade, de estar nas nuvens,
Mas, sim, por estar fora do meu chão...
O tempo. O tempo...
Será meu amigo ou meu inimigo?
Ah! Esse tempo que não dá um tempo!
Estar feliz, tão feliz e de repente não mais!
A felicidade realmente não existe!
Oras! E eu acreditava nisso!
Por que tiraram esse sonho de mim?
Hoje, somente momentos felizes,
Momentos, momentos não me dão segurança!
Segurança do amor!
O amor, ah, quanto eu ainda vou acreditar
no bendito amor?
Acho que para sempre...pois eu transpiro amor,
acredito no meu amor, vivo pelo que sinto!
Respeito meu sentimento
Palavras...palavras que acreditei serem verdadeiras,
que me fizeram dormir com um sorriso leve nos lábios,
Hoje me deixam triste por saber que não foram sinceras!
Oras! Se foram, porque acabaram?
O verdadeiro amor não morre!
Ninguém ama e desama!
Eu amo, amo além do amor!
Mas, amar só tem sentido se tiver reciprocidade
Amar sozinha, eu não quero!
Eu não poderia amar por duas almas,
Amar por dois corações
Sozinha, eu não poderia!
Quanto estive feliz!
Meu Deus! Como eu estava feliz!!!
Somente de ouvir um "eu te amo", e somente isso
me fortalecia!
Palavras, promessas, todas em vão?
Meu coração não acredita nisso!
Ele teima em tentar...
por um dia apenas...dia após dia...
O meu amor é grande, é verdadeiro sim...
O meu amor é meu e faço dele o que quero!
Prometo amar uma única pessoa,porque eu quero assim!
Querer tudo de volta!
Em qual momento tudo fragmentou-se?
Em que momento eu deixei de ser importante?
Como poderia deixar de ser importante, se me sinto importante?
Sou importante para mim.
O meu amor próprio está ao meu lado,
E com ele eu resgato tudo!
Eu tenho amor por você!
O amor mais puro que um dia possa ter sentido!
Descrença no amor, eu entendo!
Ah! Como eu entendo!
Mas, confiança, confiar e acreditar
é o primeiro passo para se entregar...
Não cobro mais...
Não falo mais...
Mas, também não serei autêntica
Ser "outra pessoa" não me faz bem!
Dizer e não ouvir...
O dar e não receber!
Machuca,dói...exige uma posição!
Sinto uma necessidade de me posicionar
Necessidade de uma decisão!
Ao mesmo tempo...esperança!
A espera de uma volta...de uma entrega maior,
de um carinho verdadeiro!
O amor para mim era perfeito...como eu sempre esperei...
e ele veio para mim, através de vc, perfeito!
Tão perfeito que me fez quebrar tabus,
me entregar de corpo e alma...
Tão perfeito que me fez sorrir mais, acreditar mais!
Mas, como nada é perfeito...falhas aconteceram!
Será "mea culpa",somente minha?
Não sei se sinto culpa!
Pois nada é irreal...
Reconhecer...Reconhecer!
Dar um passo para trás!
Mais controlada. Mais controlável, não mais controladora.
Futuro? Ah, palavra que persiste em me acordar noites e noites!
Bate em minha porta, me pergunta, tão aflita quanto meu coração:
- existe ainda um futuro para nós?
E como responder a isso? Não sinto mais segurança, não me
sinto amada mais, porém ainda desejada.
O quanto isso vai bastar?
Pouco. Certamente bem pouco...como um telhado de vidro... pode quebrar a qualquer momento!
Que pena! Lamento isso, mas não tenho culpa de nada!
Fiz, indaguei,por ter dúvidas,por situações externas, que me tiraram do eixo...
Falta de confiança? Não, isso não, se isso existisse, não teria dúvidas e sim certezas!
Não, não teria segunda chance e sim um fim.
Amor de entrega total...sim, eu tive e acreditei!
Não poderia ser tudo tão banal,quantas palavras lindas
quantas promessas, quanto querer,me querer, planos, futuro...
Isso terminou?
Se terminasse não estaríamos ainda sintonizados!
Tranquilidade de amar, é isso que eu preciso e quero!
Amar você é o que eu ainda pretendo.
Conquistar. Reconquistar você...
E eu? Também sinto essa necessidade de ser re-conquistada!
Reconquistar! Boa vontade! Leveza! Querer!
Entregar-se. Entregar-me!
Decisões. Não quero essa voz em minha cabeça, noite após noite, exigindo, pedindo, querendo!
Não quero tomar decisões agora.
Quero acreditar somente
Amar e desamar não existe, repito!
Se deixou de amar, nunca amou!
Se a mágoa insiste,persiste, é compreensível
mas, tudo tem um limite, um tempo determinado para voltar!
Não se perca do meu amor!
Não dê asas a outras dúvidas!
Voltar! Reconquistar! Reencontrar-se!
Tudo que é verdadeiro vence!
O que é mentira tende a ter um fim triste!
Eu acredito, ainda acredito. Eu quero acreditar e resgatar o carinho, as palavras, o bem querer, as surpresas, os momentos de emoção!
Viver por viver não me satisfaz!
Eu sou intensa! E sendo intensa quero tudo intensamente!
Pouco é pouco. Pouco não me satisfaz!
Ah! Amar você, estar em seus braços, me leva aos céus ainda, mas não é completo. Quero amar com a alma novamente.
Quero tê-lo dentro de mim e sentir sua alma próxima à minha, olhar em teus olhos e ver o que via antes, a tão pouco tempo atrás!
Inexplicável sensação de prazer e entrega.
Tempo ao tempo!
Não cobro nada, só quero de volta.
O tempo dirá! Espero ter tempo para o tempo.
A espera não pode ser longa!
A minha vida é aqui, agora e exijo ser feliz já!!!
Eu sou inteira! Eu não quero estar fragmentada!
Eu quero você inteiro, para estar ao meu lado.
Menos, não me basta!

JackieP
Enviado por JackieP em 23/10/2007
Reeditado em 11/11/2015
Código do texto: T706482
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
JackieP
São Paulo - São Paulo - Brasil
92 textos (6826 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 17:00)
JackieP