Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor sentimento virtual

Hoje faço uma reflexão sobre o amor ou como vejo e sinto esse sentimento.
Aí explico o porque do título, Amor sentimento virtual.
A  verdade é que o amor em si é um sentimento vitual hoje, mas não é virtual por causa da Internet pois ele sempre foi assim mesmo virtual mesmo quando não existia ainda a Internet.
Porque o amor na verdade é um sentimento interior do ser humano, que se revela não por uma pessoa mas por um conjunto de fatores que uma outra pessoa possa agregar.
Explicando melhor, quando amamos alguém, essa idéia de amor já está enraizada dentro de nosso intelecto então amamos alguém que nos parece ser e realizar tudo o que esperamos de uma cia.
Então quando alguém começa a nos oferecer um maior número de componentes que buscamos  em outro ser humano então passamos a mar essa pessoa ou dizer e sentir que amamos.
Mas não é a esta pessoa que amamos e sim a um ser por nós interiormente idealizado.
Então veja, eu desde menino gostava de umas garotas que tinham uma série de atributos que me interessavam, depois acabei casando-me com uma pessoa que tinha grande parte de tudo aquilo que eu desejaria num outro ser humano para viver comigo.
Quando ela começou a mudar em uma série de questões, foi deixando de ser a pessoa que eu amava e que desejava comigo.
Nisso conheci outra mulher, que na verdade não tinha todas as características desejadas, pois tinha ainda menos que a primeira mas tinha várias e foi aos poucos ampliando os pontos positivos ao longo tempo, passando aí a ser a pessoa que eu amava e desejava tomando de fato o lugar da outra.
Na realidade meu amor era e é um só, eu amei sempre a mesma pessoa, só que não era uma pessoa real e sim imaginária ou seja aquele ideal de amor que temos dentro de nós, tanto que esta outra também foi mudando até que um dia deixou de ser ou representar  por sua vez meu ideal de amor.
Hoje estou novamente procurando alguém a quem possa devotar todo meu amor e paixão, alguém que se encaixe no perfil já previamente idealizado e que guardo dentro do coração.
Mas é interessante que notar que toda vez que vejo um alguém que me parece ter condições de preencher esse espaço, ela sempre tem muitas das características daquelas que tive e amei, seja físicas e psicológicas.
Por isso digo que na verdade acabamos amando sempre a mesma pessoa e que nunca deixamos de amar porque ela estava sempre guardada dentro de nós mesmos, em nossos sonhos mais agradáveis.
Na verdade o que buscamos sempre é nosso grande sonho de amor e por vezes vestimos esse sonho com uma face, um corpo, um número de identidade e isso pode mudar quando essa pessoa escolhida para vestir nosso melhor sonho deixa de ser ou de ter as características que tanto nos atraíram.
Por isso o retorno é tão difícil, porque a pessoa foi o que desejávamos num tempo e depois disso é muito mais fácil encontrar em outra as mesmas características que nos atraiam e ainda atraem em um alguém.
Disso tudo o que existe de bom é que está dentro de nós mesmo nossa felicidade e que se podemos moldar nossos sonhos e desejos, poderemos encontrar o amor que tanto desejamos.

Renato Zecca – S.J.Campos, 15/03/2005
Renato Zecca
Enviado por Renato Zecca em 24/10/2007
Código do texto: T707306

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Renato Zecca). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Renato Zecca
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
257 textos (80661 leituras)
6 áudios (23704 audições)
2 e-livros (186 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 00:15)
Renato Zecca