Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tropa de Elite 27

Tropa de Elite  27

Fiz uma busca rápida e só aqui neste recanto encontrei 26 textos sobre Tropa de Elite. Ou seja, até o momento este é o vigésimo sétimo texto.
O tema é, sem dúvida, apaixonante. E as opiniões também (contra e a favor). A sua evidência corre em cima de uma das questões que mais assombram e preocupam a sociedade nos dias atuais.
A violência crescente e sem controle e as ações cada vez mais audaciosas do crime organizado, que encontram um campo fértil na fragilidade das instituições, para implantação de sua cultura.
A frustração e impotência da sociedade, diante desta crise de valores, tem pautado a discussão dentro de um tom mais emocional e dentro de uma visão de curto prazo.
Esta idéia de que uma força policial altamente treinada que age com extrema prontidão e eficiência fazendo o papel de investigador, promotor, juiz e executor sumário é aceita por boa parte da opinião pública e mesmo entre aquela que se considera bem informada e  formadora de opinião.
A idéia romântica de que uma tropa de elite está entrando nos morros e favelas e matando sumariamente só bandido e salvando uma população desprotegida e abandonada pelo Estado vem ganhando corpo.
Os argumentos contra quem é critico da idéia vem tão rápido e cortante quanto as baionetas dos novos justiceiros.
"Se sua família fosse vitima dos traficantes, você ia pensar diferente."
As estatísticas no entanto são impressionantes. No Estado do Rio, mais de seiscentas mortes em um único ano promovidas pela polícia, sem que a situação se amenizasse e o pior a maioria cidadãos que nada tinham a ver com o crime.
Os argumentos que permitiram o aflorar da filosofia Nazista na sociedade alemã eram muito parecidos. Um inimigo comum que deveria ser combatido ser dó nem piedade e sem nenhum discriminador no uso da força.
Dizem os favoráveis às ações sumárias que as vitimas inocentes são uma conseqüência da guerra declarada e um saldo aceitável para se buscar a paz social.
Eu devolvo aquela questão; e se esta vítima inocente for seu filho, pai, irmão?
Prevaleceria a certeza de que é legítima a ação de uma força de elite adentrando seu quintal e sua sala apoiada apenas em uma simples suspeita ou denúncia e colocasse o "burguês" no saco ou o executasse ali mesmo?
Enfim, este é um tema que não oferece esgotamento rápido e vai continuar gerando polêmicas. E a indústria da comunicação e lazer angariando seus lucros.

João Drummond
João Drummond
Enviado por João Drummond em 24/10/2007
Reeditado em 24/10/2007
Código do texto: T707499
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Drummond
Sete Lagoas - Minas Gerais - Brasil, 64 anos
177 textos (33514 leituras)
3 áudios (316 audições)
3 e-livros (297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 12:50)
João Drummond