Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Orkut, Internet, Msn, Ip, Voip… Um dia de cão!

       Toca o telefone, segunda, às 7:00, eu com uma leve ressaca, levanto e vou até o aparelho.  A secretária solicita-me a comparecer  em um escritório de advogados que encontra-se sem internet.

      Logo ao estacionar a moto,  já observo as pessoas  aflitas, e minha recepção é calorosa. Afinal,  nos dias atuais,  é quase impossível  não contar com MSN, nem e-mail, tampouco Voip e Orkut.  Um verdadeiro caos digital e emocional,  instalado naquele recinto.

       Ao perguntar o que aconteceu, um usuário um pouco mais esclarecido, me passa uma informação importante:
       - O servidor esta pedindo uma senha!

        Num  primeiro momento imagino...  Uma misera senha vai corrigir tudo.  Esgoto todo  meu arsenal  de palavras chaves,  com inúmeras  tentativas...  E concluo:  esta senha foi colocado por algum hacker...

        Algumas horas se passam nesta brincadeira de espião, e o clima começa a pesar.  A estagiária questiona  a todo momento sobre seu MSN, a advogada diz que precisa consultar  um site e o mentor do escritório me avisa que tem prazos para enviar seus e-mail ao tribunal.

        Em um pequeno relance,  lembro-me da época que todos os  bancos ,  contavam com um plano reserva,  onde se,  os computadores parassem... O serviço seguia  normalmente; um pouco mais lento de maneira manual. Algo inimaginável,  neste novo mundo digital...

Logo volto a realidade, afinal todos aguardam o retorno da Net,  e sem o servidor, nada funciona. Uma possibilidade radical, seria formatar o computador e reinstalar o sistema operacional,  esta operação demoraria horas...

Começo a apavorar.  Não tenho o perfil das pessoas que sobressaem sobre pressão. Minha eficácia se torna  superior,  quando estou livre,  e posso utilizar, de minha imaginação.

Nestas tentativas de recuperar a máquina,  permaneço no escritório, durante todo o  horário do almoço, lamento minha hora técnica, não igualar-se a de um médico.

No  restante da tarde, tentativas inúteis de recuperar o domínio e  chamadas no celular,  de outros clientes.

            E no final do expediente,  os funcionários descansados, voltam as suas residência, após um dia de  ócio. E eu,  já no fim de minhas forças... Decido!

           -  Vou formatar o computador...

* Outras crônicas:
http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=29575&categoria=B&lista=lidos
Douglas Capitaneo
Enviado por Douglas Capitaneo em 24/10/2007
Reeditado em 24/10/2007
Código do texto: T708414

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Douglas Capitaneo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Douglas Capitaneo
Varginha - Minas Gerais - Brasil, 44 anos
18 textos (5474 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 01:02)
Douglas Capitaneo