Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu te perdoo!



Trez palavras.-Balas de canhão a estilhaçar as resistências de meu coração!
Feridas abertas, escancaram-se novamente,lágrimas a escorrer face abaixo, copiosamente, incontrolavelmente.
Eu te perdoo; quanto tempo esperei estas trez palavras, uma espera angustiada, uma espera regada com a esperança de que fosse realmente entendido todo o esforço, toda luta, empreendidos até aqui!
Trez palavras que espero significar pacificação de sentimentos conflitantes, sentimentos que minhas palavras exaustivamente repetidas não conseguiam pacificar.
Estar sendo perdoado, não significa estar redimido, mas sim, estar no caminho certo na busca de redenção...
É somente com o tempo que  poderemos entender melhor tudo o que se passou em nossa vida, em momentos pretéritos; tempo que transformamos cada vez mais em não-tempo...Não temos tempo para nada!
Quando nos apercebemos de nossos corações e pensamentos, estão enegrecidos por rancores e mágoas.
Súbito um alento, um pensamento,uma palavra! E tudo desmorona...
Todo passado voltando á tona, trazendo consigo dor e lágrimas. Mas é bom que o tempo refaça laços perdidos, ainda mais quando estes mesmos laços apenas se encontravam jogados a um canto ermo de nosso coração ou mente.
Nossos sentidos por vezes se embaralham e se confundem, nossa mente por vezes cria mecanismos de fuga, perfazendo outros caminhos para os nossos pensamentos, e assim, nos distânciamos de nossos problemas e das nossas dores.
É importante que aprendamos o diálogo, a troca de informações e sensações, é importante que refaçamos laços mais profundos com as pessoas que bem queremos, a quem temos grato apreço, e em alguns casos extrema precisão.
É importante que deixemos de lado falsos pudores, e nos assumamos tanto interiormente quanto frente as pessoas de nosso convivio.É importante que tomemos decisões e as sustentemos...Que tenhamos sonhos por exemplo, e mais, tenhamos coragem destemida, para lutar pela concretização do sonho.
Nestes tempos que correm, temos que avaliar com friesa cada atitude, pensamento, palavra dita, quando temos em vista  as
pessoas que amamos.
No caso de pais e filhos, acentua-se ainda mais a importância desta providência; há muitos pais perdidos ante filhos perdidos.No caso dos pais, imperioso é que lutem pelos filhos, como nunca lutaram por si mesmos. No caso dos filhos é imperioso que reflitam mais a respeito do que movem a sua vida, do que move a vida dos pais.
Tudo se encontra em constante transformação, numa dinâmica que passa por cima de conceitos e pessoas, com uma velocidade e ferocidade extraordinárias. Falta-nos acertar o passo! Falta-nos acertar a mão!

Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 13/11/2005
Reeditado em 13/11/2005
Código do texto: T71038
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Edvaldo Rosa
São Paulo - São Paulo - Brasil, 55 anos
1727 textos (173728 leituras)
23 áudios (10647 audições)
35 e-livros (8978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:15)
Edvaldo Rosa

Site do Escritor