Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Em uma cela no Equador

- Olá! Sou advogado e vim te representar perante o juiz.

- E aí manu! AU! Tudo em cima? AUAU!

- Tranqüilo! Conte-me o que realmente aconteceu. Pode se abrir, falar a verdade.

- O negócio é o seguinte manu. AU! Um Zé Mané cruzou minha frente e ficou me caçoando. AUAU

- Aí você foi pra cima dele e mordeu?

- Não! AU! Ele ficou xingando minha mãe de cadela. AUAU! Aí fui pra cima dele. AU! Só que ele correu. AUAU! E eu atrás dele, manu! AUAU!

- Mas, só porque ele chamou sua mãe de cadela você foi pra cima dele? Sua mão não é uma cadela?

- AUAUAUAUAUAUAUAUAUAUAUAUAUAUAU!

- Calma, calma, calma!

- Ta tirando manu? AUAU

- Calma! Aí você o alcançou e mordeu?

- Não! AU! Ele caiu. AU! Bem feito! AUAU! Eu chamo a mãe dele de puta por acaso? AUAUAU!

- Certo! Você já confessou a agressão não é mesmo?

- Claro manu! AU! Eu não sou que nem uns humanos que aprontam e dizem que não fizeram nada. AUAU!

- ta difícil, pra mostrar serviço, a polícia daqui prende até formiga. Mas, caso seja solto, o que pretende fazer?

- Ir pro Brasil manu. AU! Lá eu devo ter uma vida de cão. AUAU!


Baseado em fatos reais. Folha On line - seção BICHOS

João Áquila
Enviado por João Áquila em 26/10/2007
Reeditado em 26/10/2007
Código do texto: T710744
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Áquila
Aracaju - Sergipe - Brasil, 33 anos
142 textos (33092 leituras)
1 áudios (113 audições)
1 e-livros (28 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 06:29)
João Áquila