Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PATURI

Antes de dormir, o meu pensamento pecorreu pela minha infância e lembrei de algo que aconteceu. Ah! inesquecível anos da minha infância!

No quintal da minha casa era habitado por um monstro,  chamado "PATURI". Não me lembro quem deu esse nome e quem o inventou, entretanto para nós, Paturi era um monstro que não gostava de criança - uma "assombração".

Vejam vocês, prá criança pequena fantasia esta tão próxima da realidade que Paturi - este monstro imaginário se tornou tão real, que consegui vê-lo, grande, peludo, dentes grandes com cabeça e chifres enormes.

Tudo porque sempre fui metida a valente, corajosa, só porque o meu nome é Valentina, incorporei um personagem que não tinha medo de nada,foi  justamente por isso que as minhas irmãs me desafiou, teria que ir ao quintal no escuro e o pior, sozinha. Aceitei o desafio.

Saí, a porta foi fechada e lá estava eu, trêmula, com o olhar para o fundo do quintal, e de repente vi uma sombra, sem formato humano! Me deu um arrepio, o coração acelerou! senti-o saltitando na boca, foi um terror! só pensei em sair dali, correndo, gritando por socorro.

Fiquei ali paralisada de medo, vendo aquela figura horrenda se aproximando, chegando mais perto, bem devagar. Era enorme e vi seus olhos chispar, fechei os meus, pois o medo era tanto com a certeza que Paturi existia de verdade, e ele estava cada vez mais perto. fiquei apavorada.

Ufa! para o meu alívio a porta se abriu e todas começaram a gritar:
-Medrosa! Medrosa!
Fui a única até hoje que viu o Paturi, o monstro da nossa infância!

Ah! já ia me esqucendo,descobri que Paturi quer dizer: cruzamento do pato com a marreca, porém não é o nosso Paturi

Naná
Enviado por Naná em 27/10/2007
Código do texto: T712575
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Naná
Salvador - Bahia - Brasil
220 textos (57865 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 18:58)
Naná