Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUE NOMES TÊM NOSSOS DEUSES?

      A mitologia estuda o conjunto de mitos, lendas e entidades divinas e/ou fantásticas, deuses, semideuses, heróis.

      A mitologia grega foi transmitida por tradição oral, com o intuito de explicar fenômenos naturais, culturais ou religiosos. Os deuses gregos mais conhecidos são Zeus, o Senhor do Olimpo, representa a ordem e a vitória da humanidade sobre as forças selvagens da natureza, Hera, deusa protetora das mulheres, do casamento e do nascimento, Atena, deusa da guerra justa, da sabedoria, das artes, da estratégia e ofícios, Eros, deus do amor, Éolo, deus dos ventos, Posseidon, deus do mar, Héstia, deusa virgem da lareira e do lar, Apolo, deus da luz do sol, da música, da poesia, da profecia e protetor das musas, Ártemis, deusa da castidade, dos animais selvagens, da luz da lua e da caça, Deméter, deusa da colheita, responsável pelas estações, Hermes, protetor dos ladrões, viajantes e mercadores, Dionísio, deus do vinho, Afrodite, deusa do amor e da beleza, Hefesto, deus do fogo, dos metais e da metalurgia, Ares, deus da guerra, Hades, deus do mundo subterrâneo.
     
      Zeus pode não ter sido um deus com D maiúsculo, mas foi um caçador, vivia dando seus tirinhos. Teve filhos com muitas deusas e mulheres, entre elas Métis, Hera, Latona, Deméter, Maia, Sémele, ... e representava a ordem.

      Os romanos não deixaram por menos e tascaram nomes nos seus deuses, Juno, Minerva, Cupido, Netuno, Apolo, Diana, Mercúrio, Baco, Vênus, Júpiter, Marte, Plutão, Ceres ...

      Brahma é o primeiro deus da Trimurti, a trindade hindu (Vishnu e Shiva, os outros), considerado a representação da força criadora ativa no universo e os brasileiros o consagraram na nº 1.

      Os egípcios chamaram seus deuses de Rá, Osíris, Ísis, Hórus, Seth, Amon, e vamos ficar com estes. Os nórdicos, entre outros, Odin e Thor. E não foram poucos os mandatários que se autoproclamaram deuses.

      Os homens que decidiram chamar o Criador, em português, de Deus (como Zeus, em razão do eu no meio?), nunca tiveram muitos problemas para dar nomes aos seus deuses.

      A ciência quanto mais evolui mais elucida. O mundo que cada um de nós vive é do tamanho da capacidade de perceber, captar, identificar, analisar. Dizem que somos únicos. E somos. Vivemos também num mundo único, o da nossa percepção.

      E que nomes têm nossos deuses?
     
      Nossas mamães sempre disseram que deram a luz. Nas mitologias, o momento de dar a luz foi tratado como divino, o momento da criação, fiat lux. Os pais sentem-se um pouco deuses e ao dar nomes aos filhos procuram demonstrar intimidade, daí tantos Apolos, Dianas, Dionísios.
      Sendo a mitologia muito antiga, buscam intimidade com os mais próximos, Pedro, Paulo, José, Maria, afinal, quem deu a Luz?

      Outros vão além.

      Os três voltavam de uma caçada quando foram abordados pelos representantes da Lei.
      - Polícia! Observou um.
      - Sujou, disse o outro, pensando nas armas e no único tatuzinho que haviam conseguido em horas de caminhadas. Caça ilegal.

      O representante da Lei dirigiu-se ao primeiro.
      - Teu nome?
      - Santo, mas pode me chamar Santinho. O homem deu uma olhada e fez a mesma pergunta ao segundo que respondeu:
      - Deusinho.
      O agente da Lei sentiu o segundo nome bater no ouvido, era um nome diferente, pensou um pouco, coçou a cabeça, balançou-a e disse, não muito alto, sem olhar para os demais, só me faltava...
      - Eu, interrompeu o terceiro,... Jesus!

      O inusitado aliviou a tensão. O agente chamou os companheiros para testemunharem o fato, risonhamente falando, e após alguns comentários decidiu, sem nenhuma deusa a sua espera:
      - Vão embora e podem levar as armas...
      ... porém, caçador bem sucedido foi Zeus, o tatu fica.
Marco Antônio Canto
Enviado por Marco Antônio Canto em 28/10/2007
Reeditado em 19/07/2008
Código do texto: T713354
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marco Antônio Canto
Hulha Negra - Rio Grande do Sul - Brasil, 58 anos
71 textos (10018 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 20:33)
Marco Antônio Canto