Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Chorar

Chorar faz parte da existência humana. Já nascemos chorando e durante nossa infância aprendemos que chorar faz com que os adultos ajam como criancinhas e acabe fazendo tudo o que queremos.

Passando esta fase, os meninos aprendem que chorar é coisa de mulher e mulher aprende que chorar faz com que os meninos fiquem com dó delas.

Na adolescência, o choro sempre vem acompanhado de uma fossa, dias trancados no quarto sem querer falar com ninguém. Mas também é nessa época que começamos a perceber os detalhes do choro.

Aquela lágrima correndo pelo rosto da pessoa amada, passeando entre as rugas de expressão, criando um sulco por onde todas as outras irão passar. Descobrimos o sabor de abraçar alguém que está chorando e enxugar as lágrimas que escorrem.

Descobrimos que fazer um carinho é ver as lágrimas correrem mais soltas como se a amada estivesse expondo toda a dor ou felicidade que está sentindo e colocando em suas mãos.

Na fase adulta desaprendemos a chorar. Chora-se muito pouco e com isso nossas angustias acabam ficando guardadas dentro de nossos corações.

Chorar lava a alma, mas preferimos ficar com a alma suja.
Os homens choram menos ainda que as mulheres. Por uma imposição medíocre de uma sociedade hipócrita e machista, deixam de chorar em público e expor o que estão sentindo.

Chorar traz alívio à alma, nos traz de volta aos trilhos e inunda nossos travesseiros. Quando choramos passamos da pior depressão para uma felicidade fora do comum de uma hora para a outra.

Eu adoro chorar. Choro por qualquer coisa. Até quando me dão presente eu choro. Sou uma “manteiga derretida” e não tenho a menor vergonha disto. Sou assim, pois sei que atrás de cada lágrima que escorre pela minha face, estão os mais puros sentimentos.

Uma vez, ouvi um sócio de uma empresa de consultoria americana que conheci dizer o seguinte: “Quando acordar chore! Chore muito! Assim, por pior que seja seu dia, ele será melhor do que quando começou”.

Existe o choro de dor, mas os melhores são os de felicidade. O choro ao entrar na faculdade, e o dobro de choro quando saiu da faculdade. O choro de abraçar um amigo, de abraçar o amor da sua vida.

Chorar é uma virtude e não um defeito. Feliz o que sabe chorar e deixa que as pessoas próximas saibam os seus sentimentos.

Feliz o que sabe chorar e lavar a sua alma a cada lágrima escorrida. Por que afinal, o choro mostra o lado mais maravilhoso das pessoas. O lado de ser humano!
Tati Picon
Enviado por Tati Picon em 29/10/2007
Código do texto: T714544

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tati Picon
Londrina - Paraná - Brasil, 32 anos
32 textos (5744 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 11:48)
Tati Picon