Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

É namoro ou amizade?


Faz algum tempo eu li, num jornal daqui de Porto Alegre, uma matéria sobre o futuro dos relacionamentos amorosos. Você já pode imaginar o que nos espera, não é mesmo?
A matéria dizia que as pessoas e, conseqüentemente, os relacionamentos estão mudando, e o que se esperava de um parceiro no passado, não será exatamente o que se esperará dele no futuro. Que a tendência é que, em vez de elegerem um parceiro para a vida toda, ou quase toda,as pessoas terão múltiplos parceiros, sem ter muito compromisso com ninguém. Será??
Acho que ao longo da vida de uma pessoa ela deva ter algumas experiências e, que nem sempre acertamos de primeira. Nem sempre encontramos a nossa tal alma gêmea de cara. Muitas vezes achamos que encontramos, mas, com o tempo chegamos à conclusão de que estávamos enganados. Mas, o que dá para perceber em todos esses casos, é que ao menos há a vontade genuína de encontrar alguém para "chamar de seu" e construir com essa pessoa uma vida, uma família. Se no decorrer dessa história, algumas coisas mudaram, também faz parte dos relacionamentos a mudança. Acontece nas melhores famílias!
Mas o que me intriga é tamanho desprendimento. Respeito as pessoas, suas escolhas e suas diferentes formas de amar. Mas como não sou uma fiel seguidora de tendências, principalmente quando se refere a relacionamentos, não me vejo aderindo a essa nova forma de amar. Pode até ser que, num futuro bem distante, eu a aprove. Mas com a cabeça que eu tenho hoje, não consigo me relacionar desta forma. Até porque, confesso, eu sou romântica e até antiqüada demais para isso.
Gosto da idéia de estar com uma pessoa que eu ame de verdade hoje, e continuar com ela amanhã. De saber mais sobre essa pessoa, do que saber um pouco sobre várias. Prefiro me aprofundar em um relacionamento com um homem só, saber dos seus gostos, conhecer seus medos, sua história, valorizar suas qualidades e aprender a conviver com seus defeitos, compartilhar de suas angústias, comemorar com suas vitórias, do que simplesmente sair com vários homens, e não conhecer nenhum deles de verdade. Se vai durar para sempre, nunca se sabe. Mas gosto de ter esta intenção, de amar loucamente, me entregar sem medo a uma pessoa que, gostaria que ficasse comigo sem prazo de validade, sem data de vencimento. E gostaria de saber que as pessoas, ou grande parte delas têm esta intenção. Mas, respeito se no futuro não for assim.
Porém, eu acredito que vou continuar amando do mesmo jeito. Têm coisas em uma pessoa, que não se consegue mudar. E, em mim, acho que é essa mania de ser tão sonhadora, tão idealista, tão romântica e continuar desejando ter alguém para envelhecer do lado, e quem sabe num futuro mais distante, olharmos para trás, e percebermos tudo que construímos e conquistamos juntos, gratos por ter tido o privilégio de um dia termos nos encontrado.

Sabrina Jung
Enviado por Sabrina Jung em 03/11/2007
Código do texto: T721175

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e link para o blog: tagarella.blig.ig.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sabrina Jung
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 46 anos
67 textos (13744 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 01:52)
Sabrina Jung