Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VAMOS VIVENDO A VIDA


A melhor maneira de vivermos a vida... é não morrer, claro...
Osculos e amplexos,
Marcial

VAMOS VIVENDO A VIDA
Marcial Salaverry

A vida deve ser vivida da melhor maneira possível. Só poderemos vive-la, enquanto vivos estivermos, portanto, devemos procurar tirar proveito das boas fases por que passamos, porque não sabemos quanto tempo vão durar.
Assim sendo,  se estamos vivendo um grande amor, devemos curti-lo ao máximo, não nos preocupando se ele será eterno ou não, pois o que conta é o momento presente, enquanto temos nosso amor ao nosso lado.
Não vale a pena conjeturar se por quaisquer circunstâncias ele continuará nos aquecendo o coração, ou se sentiremos aquele frio que nos invade a alma quando um amor termina, pois se isso acontecer, pelo menos ele foi bem vivido enquanto durou. “Eterno enquanto dure”. Como bem o disse o saudoso “poetinha”, e que, parafrasendo-o, gosto de dizer: Que seja eterno, ernquanto é terno...
Mas enquanto o temos, enquanto o estamos vivendo, devemos curtir o momento ao máximo, e da maneira que for possível, sem permitir que nada atrapalhe o momento de gostosa felicidade que atravessamos.  Pra que perder tempo imaginando se terá fim, ou não. Vamos apenas, curtir o momento tão gostoso.
Eu fiz um acordo de coexistência pacífica com o tempo. Nem ele me persegue e nem eu fujo dele. Qualquer dia a gente se encontra.
O autor desta frase foi uma das pessoas que mais soube viver a vida, tendo dela sugado tudo o que ela poderia lhe proporcionar. Trata-se de nosso inesquecível Mário Lago, um dos maiores nomes da arte brasileira, seja como escritor, compositor, poeta, dramaturgo, cômico, artista de rádio, televisão, cinema, comentarista esportivo, e sei mais lá o que. Só sei dizer que ele era o ARTISTA COMPLETO. Bom de tudo e em todas as atividades.
Dito isto, dito tudo. A vida está aí, cheia de possibilidades, cheia de vida, cheia de cores, com seus amores, suas dores... com seus problemas, com seus dilemas, com seus defeitos, efeitos e virtudes...com pessoas boas e más... com escritores, com poetas, e também com bandidos e traficantes. Enfim, com todo um leque de opções aberto à nossa frente.
Só nos cabe escolher como viver.
Como ocupar nosso tempo nesta nossa passagem pelo mundo. Poderemos marcar nossa presença de alguma maneira, boa ou má, depende do que fizermos. Também poderemos passar como criaturas amorfas, insignificantes, tudo depende de como vivermos.
O que realmente deve ser importante para nós, pelo menos, é viver da maneira que nós escolhermos. Cada qual com sua opção. Desde que não prejudique ninguém, é válido que queira viver como melhor lhe aprouver.
Penso ser mais válido procurar uma maneira de tornar mais útil nossa estadia aqui, procurando fazer algo que seja  benéfico para alguém. Ou mesmo para nós. Apenas não devemos prejudicar quem quer que seja. Se nada pudermos fazer em benefício, que nada façamos.
Para tanto, é preciso estar bem conosco mesmo. Essa é conditio sine qua non para que possamos espalhar nosso bem estar interior para outras pessoas. Se alguém não conseguir sua paz interior, dificilmente poderá ajudar alguém, pois será ela a precisar de ajuda.
Então, crianças, vamos curtir a vida como a temos no momento. Não adianta revoltar-se porque existe fome na África, porque estão se matando no Oriente Médio, porque no Afeganistão isso, ou porque na Chechenia aquilo. Não temos culpa pelo fato de existirem pessoas como Bin Laden ou Bush, ou certos políticos brasileiros. Podemos, sim, nos penalizar, ou nos revoltarmos com a situação, lamentar o que ocorre, mas como nada podemos fazer para a solução dessa situação, não adianta curtir uma de revolta com tal estado de coisas.
Precisamos mais cuidar do que ocorre à nossa volta, com nossa vida.
Então... todo aquele que estiver passando por um bom momento, tem todo direito de ser um pouco egoísta, e curtir. Não tenha medo de ser feliz por causa da crise da Etiópia, do mensalão ou do cuecão. Você não é responsável por nada disso.
Se está vivendo um grande amor? Curta-o adoidadamente. Viva esse momento. Seja feliz. Não importa se juntos, ou se juntos ainda que distantes. Não se culpe por ter capacidade de amar. Se outros não tem, paciencia.
Se ganhou na Mega Sena? Aproveite a grana e viva a vida. Vá viajar.(e se quiser dividir comigo, não se reprima...). Curta tudo aquilo a que tem direito.
Para começar... Que tal um gostoso abraço, desejando UM LINDO DIA... é muito bom isso...

 
 
 
 
Marcial Salaverry
Enviado por Marcial Salaverry em 16/11/2005
Código do texto: T72266
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcial Salaverry
Santos - São Paulo - Brasil, 77 anos
19863 textos (1963307 leituras)
3 áudios (855 audições)
6 e-livros (2134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:45)
Marcial Salaverry