Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Divagação noturna....

Naquela janela, por várias noites, aquele jovem , pensativo, ficava horas a meditar, na solidão daquele infinito que era-lhe apresentado frente aos seus olhos..... sua mente, em meio aquela confusão, viajava longe, levada por aquelas estrelas que no céu piscavam, sendo apenas apagadas ligeiramente por uma ou outra nuvem que vagueava naquele céu maravilhoso, iluminado pela noite de lua crescente....
E ali, imerso em seus pensamentos, divagava por mundos de sua imaginação, talvez criados de forma maliciosa ou ingênua, com imagens paradisíacas e nebulosas ao mesmo tempo, ia aos poucos, absorvendo tudo aquilo que vinha de seu incosciente....
Por uma ou outra vez entrava em pleno delírio de suas fantasias... em êxtase... sendo assim arrebatado pelo seu íntimo àquelas paragens nunca vistas.... ao fundo uma música, com uma melodia admirável e com uma sonoridade paupável aos ouvidos.... era uma melodia que ajudava ainda mais àquele arrebatamento místico....
Pensava enquanto acontecia tudo aquilo, que já vivera outras vezes igual momento, regado por aquela música que lhe fazia subir ainda mais ao ápice de sua loucura psicológica....
Vislumbrava num piscar de olhos, um futuro repleto de novidades, de descobertas e conquistas fantásticas.... muito encantador e convidativo tudo aquilo que possivelmente viver-se-á num futuro, talvez breve ou longe, ou talvez que já se fizera passado, visto que o tempo urge irreparavelmente....
Mas em meio a esse transe excepcional, absorvia também aquele presente momento, repleto de angústias e frustrações, momentos decisivos e elucidantes, de perdão e aceitação circunstanciais daquela vida em plena efervescência.....
André Ícarus
Enviado por André Ícarus em 16/11/2005
Código do texto: T72290
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
André Ícarus
Recife - Pernambuco - Brasil, 38 anos
197 textos (20702 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:12)
André Ícarus