Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Enjoei

Precisamos de força, muita força. Somos roubados numa carteira de motorista, que não se forma bons motoristas nos CFCs. Basta viajar pelas estradas e ruas de qualquer lugar, que nos encontramos com péssimos condutores. Passo na estrada, e não é a velocidade que mata, às vezes andar a velocidade permitida é pedir para dormir no volante, exceto nas rodovias controladas pelo estado ou pela união, que não dá para andar devido ao excessivo número de buracos, pior, de vez em quando se encontra uma estrada em meio a eles. Tio Salustiano, homem integro e critico, certa vez, indagado sobre condições da estrada, ele tachou:
“- Que nada, vá tranqüilo. Essa estrada só tem um buraco, tu entra nele aqui e vai sair lá no fim”.
No detran-RS, uma serie de taxas, elevando uma primeira habilitação a preços estratosféricos, enquanto empresas laranjas contratadas a peso de ouro pouco estavam se importando com a qualidade de seus alunos, apenas os caminhos das verbas publicas. As estradas estão quase intransitáveis. Nas estradas controladas por praças de pedágio até estão em boas condições, mas abaixo do esperado.
Precisamos de força, mais força. Somos roubados na taxas. São taxas e mais taxas. Não se pode nem chamar seu namorado ou namorada de bem, senão e taxado. Entrando num banco é taxa de manutenção de conta, CPMF, IOF, é tanta sigla, que adotei meu nome também em sigla. Mas não sou imposto, tampouco impostor, quanto aqueles que assinam uma petição de CPI depois voltam atrás. Eu também quero voltar atrás, quero de volta meu voto, fui enganado. Eu quero direito de ao menos fazer valer meu voto de protesto. Preciso votar nulo. Não tenho mais alternativa. Isso tá igual ao cristianismo. Temos direito de escolher quem quiser, desde que seja dentro daquilo estipulado.
A situação está tão critica que até o velho comunismo está mudado. Os lideres do movimento cansei, estão acusando o atual governo de comunismo. Comunismo?  Desde quando? Sou socialista e não compactuo com roubalheiras. Assim como dizer que a ditadura de Cuba é socialismo. Ou entendi errado ou faltei à aula naquele dia. Alguém um dia já disse: “Todo homem com sonho de mudar o mundo, ao ter a oportunidade, muda de idéia”. Temos inclusive, necessidades naturais de seres humanos, de mudar. Mas tem coisas que não tem explicação. Se hoje sou favorável a uma CPI, amanhã não posso ser contra, é falta de personalidade. Um movimento de viúvas do “Tucanato” na internet, está dizendo decepcionado com a atitude dos senadores e deputados tucanos, eu não. É esperado. Pode ser de qualquer partido, estão mais interessados nos próprios umbigos do que no eleitor. O eleitor que se fu...
Meu pai passou dessa (agora acredito que para melhor), e deixou na Caixa Econômica Federal alguns dobrões, que não pagam nem as despesas com as taxas, mas tentamos reaver, já que dá para comprar algum deputado, e eu quero pelo menos escolher qual deles, eu preciso provar por A mais B, que sou herdeiro assim como minha irmã. É tão pouco e tão trabalhoso, que eu queria abrir mão, mas agora devido às dificuldades eu quero ir até o fim. Apesar de todos os documentos pedidos, inclusive um da previdência que nem seus funcionários sabem qual é, foi negado. Fomos instruídos a consultar um advogado entrar na justiça, para ai sim dar andamento no processo. Isso é efeito políticos, eles acham que vou falsificar documentos para sacar aquela meia dúzia de patacas.
Posso até apostar, que bastaria eu procurar um que aceitaria uns “merréis” que esta pequena quantia seria liberada, azar deles que não sou destes. Ou sorte, assim ficarão satisfeitos com mais um cidadão usurpado de seus direitos. Aposto que estão dizendo: “bem feito, quem mandou morrer”. Nessas circunstancias, quantos tem por este país a fora, são milhões embolsados pela união. Isso me leva ao caso da previdência. Meu avô, morreu aos 69 anos, três anos após ter se aposentado, dois anos depois da idade mínima, mesmo que desde os 42 merecia estar aposentado pois tinha problemas de saúde. Meu pai, morto aos 55 anos, contribuinte desde os 18, poderia ter se aposentado aos 28 devido a um acidente, recusou, preferiu ficar trabalhando, mesmo as duras penas, e não usou um centavo do INSS. Para onde vão estes recursos, uma vez que a previdência está quebrada?
Meu pai e meu avô foram punidos por honestidade. Até quando vamos ser aviltados pelo sistema?
Mas a rotina continua. PF prendendo gente por corrupção em todas as esferas, Judiciário soltando, Propostas de CPIs sendo arquivadas, deputados querendo aumentar impostos, senado querendo aumento salarial...
Parabéns Brasil...assim caminha o país do futuro...
J B Ziegler
Enviado por J B Ziegler em 09/11/2007
Código do texto: T730003
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J B Ziegler
Gravataí - Rio Grande do Sul - Brasil, 37 anos
217 textos (42345 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 08:33)
J B Ziegler