Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ACONTECEU

ACONTECEU

Mário Osny Rosa

Em uma cidade chamada Buscolândia, depois renhida disputa eleitoral é eleita pela primeira vez uma mulher como prefeita do município, depois de um domínio masculino por mais de cinqüenta anos foi o fato mais relevante que aconteceu em toda a história daquela comuna.
Assim era quebrado o período de um machismo atrevido naquelas bandas, pois a mulher só servia para cuidar da casa e dos filhos, ou para saciar os homens na cama.
Um dos motivos que levaram as mulheres a eleger uma mulher para administrar o município foi à discriminação que sofriam por partes dos homens.
Na administração pública até aquele momento uma mulher não tinha exercido um cargo público, pois o machismo era tão dominante que nos concursos públicos não era permitido a participação da mulher.
Nas rodas de conversa dos homens eles comentavam – lugar da mulher é em casa cuidando dos filhos fazendo a comida e a noite ser boa de cama, isso era realmente uma ironia, pois grande parte delas eram formadas em faculdades e tinham o domínio de tudo o que acontecia na sociedade local, mas nada podiam exercer. Às vezes tinha aqueles homens que gostava de usar muita sátira com relação à mulher – mulher que não cuida da casa e do marido é galinha ou meretriz e elas ficavam revoltadas quando tinha conhecimento dessas conversas em rodas de amigos da cidade.
Certo dia a televisão ia passar um filme muito interessante que chamava a atenção pela chamadas consecutivas “A fuga das galinhas”, elas se organizaram e com um serviço de alto-falante convidaram todas as mulheres da cidade e das localidades mais próximas, para assistir o referido filme no salão da Igreja e lá foram todas as mulheres da cidade e redondezas.
Os homens quando escutaram aquele chamado para todas as mulheres assistirem um filme no salão da Igreja, ficaram a imaginar e numa roda de amigos comentavam:
- Nunca nessa cidade as mulheres foram tão ousadas o que está para acontecer?
- Outro já dizia acho que elas querem se organizar e disputar a prefeitura na próxima eleição.
- Não pode. Elas nunca se envolveram com administração pública.
- Temos que tomar uma decisão para saber o que vai acontecer por lá.
- Eu tenho uma idéia.
- Qual é a sua idéia?
- Temos que enviar um olheiro na tal de reunião.
- Elas não vão deixar um homem entrar no salão nesse dia o convite está sendo feito só para as mulheres.
- Mas eu tenho uma idéia fenomenal
- Então explique ela.
- Vamos até à cidade vizinha compramos uma roupa e uma peruca travestida em uma Jornalista, e ela vai conseguir entrar lá sem problema.
- É realmente uma boa idéia, e quem vai ser a nossa Monalisa?
- Vamos conseguir uma credencial de jornalista do jornal da cidade vizinha com a intenção de cobrir o evento.
- Mas nada pode sair destas quatro paredes.
No dia da exibição do filme pela Televisão no salão lá estava a jornalista entre as mulheres.
...

Terminada a exibição do filme, a líder entre as mulheres toma a palavra e diz:
- Minhas senhoras o que vocês acabaram de assistir na televisão é o que vem acontecendo em nosso meio esse é o tratamento que os homens nos dão no nosso dia-a-dia, assim não podemos continuar sofrendo tudo o que nos é imposto por esses machistas, será mesmo que eles são os melhores, ou nós podemos ser melhores do que eles. No filme nos mostra que a união faz a força e derrota qualquer embuste em qualquer sociedade. No momento que nos unirmos derrotamos as todos, e está na hora de fazermos isso e colocarmos um ponto final nessa ousadia machista.
A líder foi aplaudida de pé por todas as presentes e ainda falou:
- Vamos agir sem alarde nos organizando e fundando um partido político, com isto, ficou marcado uma Assembléia para a fundação do partido político, já no próximo domingo, a líder falou para todas as presentes que nada podia sair daquelas quatro paredes até a assembléia.
No final a Jornalista pede uma entrevista para a líder daquele movimento:
- Queria entrevistar a senhora nosso jornal quer ter a honra de levar ao conhecimento de nossas leitoras de um acontecimento tão importante.
- A líder disse que só permitia que uma entrevista fosse publicada depois da Assembléia do próximo domingo.
Em seguida deu por encerrada a reunião, solicitando a presença de todas na Assembléia.

...

A semana passou na maior calma se boato dos acontecimentos ocorridos. Os homens estavam ansiosos para saber o resultado da reunião das mulheres tinham marcado uma reunião na quarta-feira na casa do prefeito, que era o mais interessado pelo assunto e falou:
- Como é do conhecimento de todos as mulheres de nossa sociedade estão tramando contra os homens de bem dessa cidade.
- Vamos ouvir o relato do nosso espião que conseguimos colocar na referida reunião, fala nossa Jornalista:
- Fiquei assustado com o filme que assisti, se elas se organizarem como o tal filme ensina nosso machismo vai ser sepultado para sempre, se elas tomarem o poder elegendo uma mulher vão liquidar com tudo seremos bonecos nas mãos delas, elas não toleram em serem discriminadas na nossa sociedade. Ainda falaram que no próximo domingo vão realizar uma Assembléia e fundar um partido político para concorrerem nas próximas eleições.
- Mas elas vão ganhar?
- Pelas estatísticas do Instituto Social do país as mulheres são a maioria.
- Logo sendo a maioria com toda aquela união divulgada pelo filme elas vão ganha na certa.
O prefeito ficou assustado com o relato do espião e ainda ordenou:
- Como não podemos fazer qualquer alarde antes da hora no próximo domingo continuará com o seu trabalho na referida assembléia, para posteriormente tomarmos uma posição sobre o assunto.

Florianópolis, 03 de janeiro de 2005.
morja@intergate.com.br


Asor
Enviado por Asor em 18/11/2005
Código do texto: T73127
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Asor
São José - Santa Catarina - Brasil
1677 textos (36847 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:34)
Asor