Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Submissão Cultural

Por que falar "break" se podemos falar "lanche"? Por que falar "hot dog" se podemos muito bem falar "cachorro quente"? É certo que "hot dog" e "break" são palavras estrangeiras, mas o que as torna tão especiais a tal ponto de substituirem palavras já existentes? São perguntas que sempre rodeiam minha cabeça quando penso na submissão cultural a qual estamos sendo expostos, principalmente, no quisito informação.
Já não basta termos que engulir informações todos os dias sem refletir o que elas significam. Por exemplo, o seriado Chaves é puro humor sem malícia, mas tem uma critica social fortissima. O Chaves é o órfão... leva bronca de tudo e só é lembrado qdo alguém percebe que esqueceu dele, pois isso foi deixado bem claro, sempre levado como o pior da sociedade. Já o Seu Madruga é o desempregado por coveniência... sempre muito  criticado, mas melhor pai que o cara que dá escola particular para o filho... ele chega até a castigar a Chiquinha várias vezes, que é a criança sem mãe... mimada pela avó e sempre com uma falha de carater que o madruga tenta consertar! A Dona Clotilde, Nhonho trazem uma coisa muito feia o preconceito ao que parece nao muito convencional... tipo o gordo, o feio... mas no fundo tem mais carater que os outros. São apenas alguns, mas cada personagem tem uma critica a ser feita por meio do humor. O que acontece com as informações e programas "sutis" que assistimos também acontece na linguagem. Talvez a maior doença da sociedade moderna seja a submissão cultural que nos torna robozinhos de repetição!
Será que não chegou o momento de começarmos a ruminar melhor o que recebemos para depois começarmos a assimilar ou a usar no dia-a-dia... Vamos usar a cabeça, pois ela com certeza não está presente para segurar cabelo ou ficar acima do pescoço!


Verônica dos Santos
Enviado por Verônica dos Santos em 10/11/2007
Código do texto: T732193

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verônica dos Santos
Uberaba - Minas Gerais - Brasil, 30 anos
346 textos (24980 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 16:03)
Verônica dos Santos