Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU MEREÇO?!

"TEXTO ESCRITO A QUATRO MÃOS COM MINHA AMIGA CAMPINEIRA, ALICE MARIA DE CAMPOS. NA VERDADE A IDÉIA FOI DELA E EU APENAS COLABOREI, A SEU PEDIDO, COM PEQUENAS SUGESTÕES."

Eu mereço beber leite batizado com água oxigenada e soda cáustica, além de comer queijo com a validade adulterada.
Afinal, há quanto tempo tem remédio e combustível adulterados, e o que eu fiz? Nada, absolutamente nada.

Eu mereço ver tanta corrupção solta por aí.
Afinal, o que eu fiz quando, ultrapassada a velocidade permitida, dei uma “cervejinha” para o policial? Isso é Corrupção. Não importa se é pequena...

Eu mereço ver conchavos absurdos, políticos preocupados com o “seu” mandato, reformas importantes emperradas à espera de “acordos”, além de também merecer pagar para ter segurança, boa assistência médica e boa educação.
Afinal, para deputados, senadores e vereadores, eu nem sei em quem votei nas últimas eleições. Cobrar de quem?

Eu mereço ter que continuar a pagar CPMF que, tenho certeza, não é para a saúde.
Afinal, sequer perguntei para onde ia o meu dinheiro quando nossa Câmara alterou o projeto inicial.

Eu mereço ter problemas de abastecimento com o gás natural e ouvir do presidente da Petrobrás as seguintes frases desbundantes: “É necessário desestimular o uso do gás” e “O GNV não é a melhor opção para ser usado como combustível nos carros”.
Afinal, aconteceu o mesmo com o pró-alcool, e eu simplesmente troquei de carro.

Eu mereço ter que ouvir Galvão Bueno agradecer a “grande audiência” do futebol que só a emissora dele transmitiu na tevê aberta.
Afinal, ainda não entendi que TV é Concessão Pública. E pública, ao que me consta, é de todo o povo, mas eu não me preocupei em exigir mais qualidade, mais respeito, mais seriedade e  pago TV paga.

Eu mereço ver a impunidade alimentando a criminalidade.
Afinal, alguns uisquinhos e um “baseadinho” de leve não fazem mal a ninguém.

Eu mereço a Copa de Futebol de 2014.
Afinal, o fanatismo pela conquista do tri na Copa do México em 1970 deu mais fôlego à ditadura e à enorme repressão política que vivíamos. Mas eu saí às ruas para comemorar.

De que valeram as lágrimas de “Marias e Clarices”? Triste realidade.

Mais uma vez a história se repete, agora não para a alegria dos generais, mas para o governo mais corrupto e sem vergonha que este País já teve.
Se eu não fizer nada, acontecerá na tal Copa de 2014 exatamente o que aconteceu com o tal do Panamericano no Rio em julho deste ano: obras mais do que superfaturadas, feitas “daquele” jeitinho e sem nenhuma prestação de contas.

Eu mereço ter o Lula e seus asseclas por quanto tempo eles quiserem...
Afinal, eu reclamo, reclamo, reclamo, mas fazer algo de concreto, de positivo, que poderia ser o estopim de uma nova realidade e de um novo país, isso eu não faço!

Na época dos caras-pintadas que muito ajudaram a detonar o Collor, tínhamos uma oposição sedenta para assumir o poder, o tal do PT.
Hoje essa oposição não existe mais, pois, com a ascensão do PT ao poder, a oposição que aí está é acomodada, desinteressada e incapaz de fazer oposição sadia, salvo por interesses próprios e escusos.

E, pior, se eu continuar sem fazer nada...
Vou merecer Marisa Letícia como Presidenta do Brasil...

******
Arnaldo Agria Huss
Enviado por Arnaldo Agria Huss em 13/11/2007
Código do texto: T734936
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Arnaldo Agria Huss
Santos - São Paulo - Brasil
420 textos (188096 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 12:28)
Arnaldo Agria Huss