Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poesia Alternativa

  A poesia, até alguns anos atrás, era apreciada apenas por intelectuais e/ou adultos e adolescentes apaixonados e não tinha o justo reconhecimento de livreiros, editores e leitores de massa.  De uma década para cá a poesia tomou conta das ruas - através de encontros e recitais, dos folhetos e jornais alternativos que levaram até o leitor, em qualquer lugar que fosse, a produção de poetas novos ou não - das praças, dos shoppings centers, bares, lojas, meios de transporte e comunicação.
  A poesia, enfim, saiu do seu suporte tradicional e passou a ocupar camisetas, propagandas no rádio e  tv,  quadros e até out-doors.   Hoje, felizmente, as pessoas esbarram com a poesia , em qualquer lugar, a qualquer hora, descobrindo que gostam dela,  inspirando-as a comprar, ou até escrever, livros. Hoje famílias inteiras visitam livrarias e/ou  feiras de livros saindo de lá, pelo menos, com um título em mãos.
   É muito importante para o escritor encontrar um ponto de partida para mostrar os seus trabalhos, mas é muito mais importante levar a sua produção até ao leitor  — todos nós sabemos que escritor é aquele que escreve e é lido e não aquele que tem livro publicado e empilhado em prateleiras de livrarias ou porões de editoras  sem importar qual a forma de atingi-lo: O certo é que não é primordial que tenham os seus trabalhos publicados em livro para fazer isso.
Alexandre Abrantes
Enviado por Alexandre Abrantes em 19/11/2005
Código do texto: T73660
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alexandre Abrantes
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
21 textos (1242 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:26)
Alexandre Abrantes