Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meus melhores amigos(a) da internet

    Tenho sido deselegante em  desconsiderar algumas ilustres pessoas conhecidas e desconhecidas que encontrei pela internet. A internet não é apenas um amontoado de baboseiras como alguns escritores cismam em... Mas isso é outro assunto. Pobre somos  assim: mal colocamos algo na bolsa para "levantar" e já estamos procurando o que está lá dentro. Pois minha idéia brilhante de hoje consiste na criação de um prêmio para melhor carinha com melhor tópico do  Sr. Ork.  Já que o Prêmio Nobilis ficou para as melhores do Butiquim do escritor – O humor. O dono maluco sempre diz a mesma coisa  quando acha um tópico legal: Ganhou de brinde o Prêmio Nobilis! Ora, você acabou de ganhar um elogio! O importante é o elogio. O poder da atenção elegante. Por desconsideração  nada que pareça um grande agravante exceto pelo silêncio do mês de férias na praia colorida. Sem nenhuma relação virtual com a máquina apenas o  som do mar e as gaivotas  do Fernão Capelo sobrevoando o tingido instante agora sem tropicália.  Se é que me faço entender como diria o Flávio. Algumas fotografias com frases do lado são na verdade  profundas expansões  dedicadas para alguns ou mero rabisco irônico cometido  para aniquilar o ego primitivo navegante,  que abusando das facilidades,  demole o dito. A humanidade inteira pode rir agora de algo momentâneo. Claro que refiro ao plano ousado das Férias Virtuais como passatempo  que já existe de um modo geral. Como se diz na moda “como um todo”  o fator férias virtuais  é que não chove nunca. É vantagem enorme sobre o meu fascínio efusivo.  Decerto alguém deve compreender o que eu digo na intrincada relação mecânica da coisa computador e internet. E só consigo falar de algo  profundo de modo displicente.  É como os gênios se aproximam de um computador. Pilhéria. Você já conheceu verdadeiros gênios em tópicos fantásticos quando o assunto permeava a simples informalidade de algum tema sovado.  Os gênios emitem bips porque o seu sinônimo excede limites e ele não. E reboa silenciosamente  atordoamento e recalque. No montante dos perfis se prezam aqueles elegantes internautas que por virtudes elevadíssimas  filosofam o mais peripatético, o mais aristotélico posssível; e ou similar em linguagem de máquina. Tenho sido hospitaleiro, elegante e querido como disse o Ork. Ter e não saber onde está é quase? ...A frase se completa rumorejante. Vivemos um plano amigável e positivo da esperança.  Sobre os meus melhores amigos(a) da internet há uma eternidade admirável. Milhares deles povoam meu dia e sem querer fico conversando sozinho no ônibus e as pessoas com seus fones não ligam, estão enviando e-mails também,  bem a vontade com seu mundo digital.



Tércio Ricardo Kneip
Enviado por Tércio Ricardo Kneip em 14/11/2007
Reeditado em 29/10/2010
Código do texto: T737144
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original ( Poupança Caixa 01300004936-1 ag.0693 SVP. Doe já 0 .10 cent.) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tércio Ricardo Kneip
Santa Vitória do Palmar - Rio Grande do Sul - Brasil, 54 anos
1630 textos (61378 leituras)
2 áudios (78 audições)
1 e-livros (43 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 07:46)
Tércio Ricardo Kneip