Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Globalização

(Depois, sempre depois...)

     Depois que o brinquedo com chumbo foi importado. Depois que o filho engoliu o vidro. Depois que o avião caiu. Depois, sempre depois.  Depois da descoberta do poço petrolífero gigantesco, nababesco, o aumento do gás e do combustível.   Depois do esgotamento o super simples. Depois da periferia a globalização. Depois da vanguarda a retaguarda. Depois do vírus o antivírus. Depois da revolução o poder vitalício. Depois da canção a barulheira. Depois da regra renovada o tédio da tradição. Depois, sempre depois.   Depois das aparições celestiais o psiquiatra. Depois da escola o lucro. Depois da escravidão a dependência. Depois da árvore a cidade. Depois do juízo a inconsistência das provas. Depois da invasão a improdutividade. Depois da calvície o tônico capilar.  Depois do Gilberto Gil o Ministério.  Depois da colonização os impostos. Depois da constituição as emendas. Depois das emendas os estatutos. Depois dos estatutos o controle social do individuo.  Depois da missa o carnaval.     Depois da monogamia o poliamor.
     Depois do sexo a pensão alimentícia. Depois do caça-níquel o computador. Depois dos cassinos os jogos pela televisão.   Depois da androginia a cirurgia. Depois da irresponsabilidade social a Unesco. Depois da criança sem esperança o caráter promocional. Depois da grande poluição humana urbana o combate aos vícios.  Depois da natureza as pesquisas. Depois, sempre depois.
     Depois do tiro a suspeição. Depois da doença a repressão sobre o lucro.  Depois da descriminalização das drogas o esvaziamento das cadeias. Depois da perseguição aos comunistas a caça aos traficantes. Depois do desemprego a loteria.  Depois do Millôr o prêmio Machado de Assis.  Depois, sempre depois.  Depois de eleito o salário astronômico. Depois do analfabetismo a lei. Depois da fidelidade partidária a troca-troca de partidos. Depois da extinção dos impostos a distribuição de renda. Depois da música a letra. Depois de tudo a esperança.  Depois, sempre depois e a globalização no início.

Tércio Ricardo Kneip
Enviado por Tércio Ricardo Kneip em 16/11/2007
Reeditado em 29/10/2010
Código do texto: T739219
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Poupança Caixa 01300004936-1 ag.0693 SVP. Doe já 0 .10 cent.) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tércio Ricardo Kneip
Santa Vitória do Palmar - Rio Grande do Sul - Brasil, 54 anos
1630 textos (61374 leituras)
2 áudios (78 audições)
1 e-livros (43 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 00:22)
Tércio Ricardo Kneip