Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMPOS MODERNOS

“COMO É POSSÍVEL QUE UM SER, COM JÓIAS TÃO SENSÍVEIS QUANTO OS OLHOS, INSTRUMENTOS MUSICAIS TÃO ENCANTADOS QUANTO OS OUVIDOS E UM FABULOSO ARABESCO DE NERVOS COMO O CÉREBRO, POSSA AVALIAR-SE MENOS QUE UM DEUS?”
Allan Watts – Filósofo norte-americano

TEMPOS MODERNOS

O título desta história foi furtado do acervo de Chaplin.  Décadas atrás, fez uso dele ao batizar um famoso filme que retratava os inúmeros desconfortos e incertezas introduzidos na sociedade pelo advento da linha de montagem.

Pois é.  De tempos em tempos a humanidade é tomada de assalto (principalmente aqui no Rio) por algumas mentes brilhantes que nos brindam com inventos maravilhosos, mas que em seus primeiros momentos apresentam razoável dose de desconforto para os não iniciados.

Querendo oferecer melhor imagem do que quero aqui imprimir, façamos uma viagem ao passado. A História e a Psicologia registram que o desconhecido incomoda muita gente.  Quando vivíamos na época da ditadura da ignorância, os mandarins de plantão editaram o pior AI-5 de que se tem notícia - falo da Santa (sic) Inquisição.  Em seu nome foram vitimados inúmeros cientistas e vários homens de inquestionável (?) saber – Galileu, Giordano Bruno e outros tantos subversivos que ousaram desafiar o senso comum.  Aliás, a militância religiosa é pródiga em exemplos de ações inibidoras do progresso.  Além de seu caso maior aqui identificado por aquela tal de “Santa Inquisição”, vários outros são dignos (!) de registro.

No tempo em que nossas bundas lustravam seus primeiros bancos escolares, a cadeira de Geografia abrigava um conto de fadas, segundo o qual, teve uma época em que havia a crença de que se alguém ousasse ultrapassar a linha do horizonte, cairia num abismo sem fim.  Aí vieram os vikings e fenícios e..... E imaginem o espanto que causaram!

Idealizemos o cenário montado pelo Graham Bell, com sua maquininha de falar à distância; pelo Thomas Edson, com suas idéias literalmente luminosas; pelos irmãos Lumière e por aquele louco do Santos Dumont que queria, porque queria, que uma geringonça pesadíssima levantasse vôo.  Só mesmo com muita titica na cabeça alguém lhe daria crédito!

Quando ingressamos na era espacial, com os russos lançando seu Sputinik (nome que, por si só, soa interjeição) em 59, lá vem a Igreja nos dizer, na edição mais recente do AI-5 tecnológico, “que o homem não deve mexer nos desígnios de Deus”. Só que em julho de 69 surge um trio formado pelos norte-americanos Neil Armstrong, Edwin Aldrin e Michael Collins, sepultando qualquer hipótese de edição de uma “Inquisição Hi-Tec”.  Eles nos colocaram, definitivamente, no ....Mundo da Lua!

Agora vivemos sufocados por uma verdadeira onda de inventos.  A geração atual desenvolveu a clonagem genética, telefonia fixa, telefonia celular, fibra ótica, TV a cabo, notebooks, desk-tops, lap-tops, pagers, parabólicas, internet, intranet.....ufa!

Interessante....  Por que será que esse tal de Bill Gates não é recebido pelo Papa?

PhD em Ignorância
Dom AFONSO
Enviado por Dom AFONSO em 21/11/2007
Reeditado em 23/07/2010
Código do texto: T745490

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dom AFONSO
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 70 anos
20 textos (1425 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 03:13)
Dom AFONSO