Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Red Lights

Consumo o quinto cigarro do dia, meu coração bate forte enquanto o trago e meu estômago dá reviravoltas estranhas. Olho pela janela, meus óculos vermelhos cobrindo os olhos, transformando as cores do mundo. A aura rubra fortalece as luzes e torna as sombras mais coaguladas.
Na periferia da visão através dos óculos e da visão normal, existe uma tridimensionalidade. Vejo a vertigem dos objetos. E das pessoas. Elas ficam tortas, complexas e estranhamente mais próximas, tangíveis. Eu poderia descer do apartamento e ir ali tocá-las, sentir o quanto são reais – mas ali na minha segurança, é fácil quase senti-las, quase tê-las entre meus dedos. Se eu descesse, elas deixariam de ser vertiginosas, de conter seus mistérios.
Sinto que o cigarro já deu, e deixo com ele e com as cinzas os meus óculos de lado e as pessoas. Elas voltam àquela normalidade quase bidimensional e minha mente ao seu passo comedido.
Sento à frente do computador, cheio de livros e trabalhos. Novamente só, lúcido e unidimensional.
Marcelo Oliveira
Enviado por Marcelo Oliveira em 22/11/2007
Código do texto: T747092

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcelo Oliveira
Feira de Santana - Bahia - Brasil, 28 anos
43 textos (3992 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 18:57)
Marcelo Oliveira