Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A l t e r n a t i v a

A l t e r n a t i v a s
                                                                       José Torquato de Barros Filho

Na janela, vestido de trapos que um dia tiveram cores, alguma coisa parecida com uma camiseta, uma bermuda, descalço e um boné do CSA na cabeça, o menino pequenino para a altura da janela, espiava “com a testa” para dentro da casa.
Não, não queria e nem planejava roubar nada, estava admirando a TV “grandona” que quase tomava a parede toda da Sala, atrás de si o jardim bem cuidado, algumas árvores, o caminho de placas de cimento para pedestre e outro mais largo de paralelepípedos para a garagem, um muro alto circundava tudo, foi este muro que ele pulou quando ouviu as vozes do “Quiko” e do “Chaves”, personagens que ele adorava, gostava tanto que nem pensou no perigo que corria ao invadir assim aquele jardim.
A TV
... e veja bem em apenas doze vezes de três mil reais, você leva esta bolsa e com quinze mil o par de sapatos para sua festa de Ano Novo.
O menino
Pô pra que serve este negócio, o sapato com um salto esquisito, todo brilhante não vai aquentar uma pessoa andar pelas ruas, como vai saltar a lama? Vai é desmanchar.
A TV
Shampoo leve, o seu cão vai ficar com pélos macios e sedosos
O menino
Pô tem isso também!!, se Tubarão visse isso, ih ih ih
A TV
Tem inclusive, carne de primeira, ossos pausterizados, a ração ideal para a força e vitalidade de seu cão.
O Menino
E eu com uma fome danada, quando foi que eu comi, ah D. Rosa me deu um biscoito recheado, mas umzinho só, fiquei foi com mais fome, só passou quando o Nato me deu a”lata” pra mim cheirar.
A TV
... e você pode ir tranqüilo, na Pousada Arco Íris, seu cão tem a vida que pediu, massagens, banhos de infusão em sais perfumados, cabines exclusivas com controle de purificação de ar e de temperatura, tosa e medicamentos vitamínicos....
O Menino
Pó e eu que nunca mais tomei banho, lá em casa, quando ainda tava de pé, o barraco nem tinha chuveiro, nós tomava banho de “toné,” e que negócio é esse de “sar perfumado”? “Tou” todo me coçando, e as “ferida do pé e da bunda” me deixa com raiva. Mas “tou” mesmo é “cum” muita fome, e não tem nenhuma colinha “puraquí”
A TV
Estamos apresentando... Chaves
A Gritalhada
Tem ladrão, pega ladrão
Os Cachorros
Au Au Au rrooomm
O Menino
“Mardita” hora, agora vou sê comida de cachorro e são Pit bú
O Menino
Eu com fome, estes Pit que comeram tanto e agora arrancam minhas pernas.
A NOTICIA
Pit Bull mata um mendigo.

Torquato
Enviado por Torquato em 23/11/2007
Código do texto: T749520
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Torquato
Maceió - Alagoas - Brasil, 66 anos
736 textos (22666 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 00:55)
Torquato