Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VOVÓ CORUJA

Depois do grupo de oração, na igreja São Pedro da Praia do Suá, Fernando e Maria pararam para comer um churrasquinho, numa barraca, na rua.
Sentaram-se na calçada perto de uma senhora, que começou a mostrar fotos de sua neta, para Maria.
-Não é linda a minha netinha, dona?
-É, mas o meu papagaio também é bonito.
-Elazinha fala de tudo! Parece que engoliu agulha de vitrola!
-Que coincidência! O meu louro grita o dia inteirinho: goooooool do Vaaaascoooooo!
-Bia aprendeu a cantar, lá na creche! Que gracinha!
-Meu papagaio canta Atirei o pau no gato, todinho.
Fernando, enjoado com aquele pingue-pongue, chamou sua amiga para irem embora e, no caminho, disse-lhe:
-Não entendi nada! Por que você falou tanto do seu papagaio, hem?
-E por acaso eu tenho algum neto?


                                 
Anna Célia
Enviado por Anna Célia em 24/11/2005
Código do texto: T75640

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Anna Célia Dias Curtinhas _ http://annacelia.multiply.com/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Célia
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 70 anos
1158 textos (55234 leituras)
1 e-livros (216 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:51)
Anna Célia