Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

...." A VIDA E A SOLIDÃO DE MIM MESMO "....


    Hoje dirigi muito..., muitos faróis..., ruas..., pessoas..., paradas.., e
fui á Hospitas, vi pessoas tristes...doentes...
    Parei diante de um bar, onde jovens se reunião para conversar.., e
eu..., eu pensei porque será que até eu, me perco com tantas besteiras..., eu ás vezes me stresso com a namorada, porque ela não
usou baton..., ou porque  a janela estava aberta..., sei que isso são
coisas banais, e não sei porque caio nessas armadilhas fatais e estúpidas..., que me fazem corroer de remorso depois, pelo caso de, ter magoado alguem..., mesmo que seja sem intenção...
    Sei das pessoas, das avenidas...da multidão...., acho que eu não sou  daqui.....
     As pessoas falam coisas estupidas e se dão bem..., minha filosofia
me leva para um abismo , onde fico na decrepitude de mim mesmo..
vendo que: NÃO ADIANTA NADA SABER....pra quê ?, isso não tras uma
pétala sequer de alegria aos outros...
     Comprei um carro maravilhoso, e fiquei enrolando o vendedor,para
não ter que ir buscar o carro..., estava sem nenhum tesão de pegar
carro novo..., e explicar os detalhes paras as pessoas estúpidas que
querem saber de tudo...
     Vivo na solidão de mim mesmo, minha querida Leticia..., pode crer,
PENSAR DÓI...., e muitas vezes, não resolve nada..., estou abandonado á minha própria sorte..., perdido de amores pelos outros e
com a certeza, de que  " ELES", não estão nem aí....
    Espero a morte como uma namorada..., para quem vou me paramentar e esperar na escada de minha eternidade..., vendo-a
subir degrau po degrau , para pegar em minhas mãos...
    Sou perdidamente abandonado pela tristeza de mim mesmo...


    * T.
trindade
Enviado por trindade em 29/11/2007
Código do texto: T758330
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
trindade
Blumenau - Santa Catarina - Brasil, 39 anos
387 textos (27690 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 00:40)
trindade

Site do Escritor