Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Paciencia de Jó

Parece piada, mas leia:

Central de Atendimento
http://www.recantodasletras.com.br/contoscotidianos/764131

Escrevi este conto faz tempo, pois parece piada, sem saber que tempos mais tarde, graças a Brasil “TeleBomba Selular”, vivi esta mesma situação. Curiosamente, escrevi este conto baseado num telefone que esta empresa me vendeu.
Recapitulemos:
No dia 30 de dezembro de 2005 adquiri dois chips BRT numa lojinha do shopping Rua da Praia em Porto Alegre, com números seqüenciais para mim e minha esposa. Mas queria analisar esta empresa, que era nova no mercado celular. Informei-me se poderia futuramente trocar para plano conta, assim que cancelasse minha outra operadora (Missão impossível 10) e no mês seguinte tentei em lojas autorizadas fazer esta função, passar de pré para pós-pago. Numa demonstração nota dez de incapacidade, disseram que não tinha como, mas lembre-se que o vendedor da lojinha de quinta disse que podia, e tive que comprar um outro chip (insistente), perdi a seqüência, mas adquiri um de conta, destes que se paga num mês e não paga no outro. O plano é Pula-pula, mas o cliente que pula, de raiva. As contas chegam dois meses antes, e para esquecer é um tapa. Não se paga num mês, e a conta já chegou para o mês seguinte, esqueci e paguei uns dias depois. Vale se dizer que, funciona quase como uma recarga de cartão, pois dizem ser pós-pago, mas só te creditam o valor depois da conta paga.
Insisti pois parecia legal. Ganhei um cartãozinho com números para contatar a operadora, *1414, que você só pode ligar de um celular BRT, mas ao ligar somos atendidos por um sistema automático, que pergunta se você já é cliente. Mas como? O numero não é especifico para atendimento á clientes?
Desta vez eles se superaram, passei a tarde inteira ontem, tentando contato, e cheguei a conclusão que a BRT é deus. Parece que existe, mas ninguém sabe onde, e ainda tortura os seus clientes, como deus fez á Jó. Foram ligações para a central, e atendimento no setor de reparos, me passavam para a área de faturas, e dali musiquinha, poderia sugerir ao menos, variarem aquela chatice, fiquei trinta minutos ouvindo propaganda enganosa, onde o spot dizia: “Na Brasil Telecom você encontra tudo para o seu bem estar...” ou coisa parecida, mas não dizem que bem estar é este. Deve ser matando o cliente de desprezo, ai sim descansa no sono eterno.
Eu nunca tentei fazer uma cirurgia plástica, pois não tenho capacidade para tanto, e nem por isso saio por ai fazendo isso, portanto, quem não sabe fazer telefonia celular, vá plantar batatas, se é que têm capacitação para isso. Mas tudo bem, a vida imitando a ficção, vou cancelar meu telefone, e daqui a dois anos a gente se fala.
J B Ziegler
Enviado por J B Ziegler em 04/12/2007
Código do texto: T764181
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J B Ziegler
Gravataí - Rio Grande do Sul - Brasil, 37 anos
217 textos (42344 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 07:30)
J B Ziegler