Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

É 
uma 
carta de amor.
Francesco mio caro...
Observe que a data é 
20.12.1941.
É comemoração natalina.
A época é de intenso frio, época 
de guerra na Itália. Recebi-a das mãos de uma 
leitora. Uma mensagem de amor que ficou 65 anos guardada.
Um mosaico de uma vida.
Recebo-a como minha láurea de 2007.
Talvez prêmio pela vontade maior de querer dividir alguma coisa com os amigos que me lêem.
Um presente especialíssimo de Papai Noel.
Essa carta é de uma moça italiana,  escrita à bico de pena,  daquelas que se molhava em tinteiros; daquelas em que a tinta acabava quando  a palavra era grande demais. Talvez seja por isso, que eu aprendi, 
que as grandes frases, as de maior peso e conteúdo, 
não são necessariamente com palavras tão extensas. Talvez em 2008 essa história de amor, 
se perpetue num livro. Talvez seja por isso, que em quase  todos os meus textos,
para economia de tinta e maior persuasão, vou escrever sempre...
... eu 
te 
amo.
Augusto Servano Rodrigues
Enviado por Augusto Servano Rodrigues em 04/12/2007
Reeditado em 04/12/2007
Código do texto: T764415

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Augusto Servano Rodrigues
São Paulo - São Paulo - Brasil, 69 anos
156 textos (50684 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 02:46)
Augusto Servano Rodrigues