Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

APATIA CÍVICA

Ao ler sobre o que pensam os jovens brasileiros sobre nossos políticos;
Ao conhecer o resultado da CCJ – Comissão de Constituição e Justiça do Senado, que aprovou por 17 x 3, o encaminhamento do processo pedindo a cassação do senador Renan Calheiros;
Ao ouvir de um de nossos senadores, dito por ele mesmo na TV Senado, que possui 12 PAs  ( pensões alimentícias ), ao defender o Dr. Renan no caso de sua filha fora do casamento, como se ele – o defensor, fosse um reprodutor animal, digno de ser imitado por todos os demais homens brasileiros;
Ao escutar parlamentares condenarem o senado por decidir sobre o processo de cassação de Renan, quando eles, na época do impechement de Collor, votaram sim, sem que nenhuma contestação sobre o processo fosse feita;
Ao constatar, numa das cadeiras do plenário do senado, o semblante resignado da Senhora Calheiros a esperar de braços abertos, não a queda de seu marido, mas a corrida para o abraço no maridão, sinônimo de fidelidade (?) e personificação da ética e da moral (?);
Ao tomar conhecimento que o “blocão” de apoio ao governo, servil e desvairado, engendrou todas as artimanhas para livrar o acusado do sufoco de ser cassado;
Ao escutar o ferrenho crítico das “zelites” deste pais, comprar com meu suado dinheirinho, através dos impostos que pago, cento e não sei quantos pares de sapato em um só ano;
Ao ouvir senadores, economistas e professores universitários, dizerem que somente ricos pagam CPMF, considerando-me, portanto, um desprovido de conhecimento e de inteligência;
Ao assistir pela televisão, a juventude venezuelana, principalmente os estudantes, unida derrotar as pretensões totalitárias do ditador Chavez;
Ao postar-me diante da TV para assistir velhos senadores, lobos sutis, travestidos de cordeiros, passando para a juventude brasileira, que no jogo político vale tudo, desde o interesse público, não só dos pobres, mas das “zelites” também, seja solapado em detrimento dos interesses particulares de trezentos ou mais “picaretas”, como aos quatro ventos, já bradou o Lula;
Ao deter-me, atentamente, para ouvir o discurso do senador Jefferson Perez, pasmei diante de sua tenebrosa expectativa com relação ao futuro do Brasil - ele deve conhecer bem o Foro de São Paulo. Mas, dele, não atrevo-me discordar, pois vejo nos carros de minha cidade, adesivos com a seguinte inscrição: LULA 13. Isso mesmo. O número um grafado em cinza e o três, em negrito. Pelo que entendo de estratégia política, isso é um balão de ensaio – se colar, colou.
Por tudo isso que vejo, assisto e escuto chego à conclusão de que os sinos começaram a dobrar pela morte lenta de meu civismo, posto que, os políticos de meus país, levaram-me a essa apatia cívica.

Rui Azevedo – 05.12.2007

 

Rui Azevedo
Enviado por Rui Azevedo em 05/12/2007
Código do texto: T765381
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rui Azevedo
Teresina - Piauí - Brasil
176 textos (16532 leituras)
1 e-livros (517 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 22:44)
Rui Azevedo