Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

By Luana - Livraria

Este texto é de minha filha Luana que não está no Recanto. Com a prévia autorização da mesma estou colocando alguns textos pois achei-os muito interessantes. Acho que deveria escrever mais seguido, mas filhos são filhos. Fazem aquilo que acham certo.
Um beijo filhota e aí está.

LIVRARIA


"- Alô?
- Oi, moça... cês abrem nos sábados?
- Sim, na parte da manhã.
- Não entendi.
- Sim, na parte da manhã.
- Eu não disse que eu não escutei, eu disse que não entendi.
- A gente abre somente de manhã aos sábados.
- Ahn, tá. E nos domingos?
- Não.
- Não abrem somente na parte da manhã ou não o quê?
- Não abrimos nos domingos, o dia inteiro...
- Tá então tu me vê o preço daquele... daquele... daquele livro novo que saiu agora?
- Qual livro?
- Aquele novo, que saiu agora!
- Qual é o nome do livro?
- Ahn... ahn... é um novo. Ele saiu agora!
- Qual é o nome do autor?
- Ai, meu Deus! É interrogatório? Eu só quero saber o preço do livro!
- Sim, moça, mas se eu não souber qual é o livro, eu não posso lhe ajudar!
- Mas é aquele... tá todo mundo comentando... ele é novo. Saiu agora.
- Moça, você sabe pelo menos se é brasileiro ou não?
- Claro que é brasileiro! Eu não sei falar outra língua! Eu quero um livro escrito em português!
- Sim, mas o autor é brasileiro ou estrangeiro com livro traduzido para o português?
- Não entendi.
- O autor é brasileiro ou estrangeiro com livro traduzido para o português?
- Eu não disse que eu não escutei, eu disse que não entendi.
- Esquece. Você disse que saiu agora. O que você entende pela palavra “agora”? Agora este mês, agora este ano ou agora ano passado?
- Agora, agora...
- Moça, acho que eu não vou poder lhe ajudar.
- Me passa com aquela pessoa que cuida de vocês, o... o...
- Gerente?
- Isso! Me passa com o gerente.
- Tá certo.

- Alô?
- Moço, a vendedora que tava falando comigo não sabia nada. Será que o senhor consegue me dizer o que eu quero?
- O que seria?
- Eu quero saber o preço daquele livro.
- Sim. Qual seria o livro?
- Aquele novo, que saiu agora!
- Qual é o nome do livro?
- Ai, meu Deus, vai começar tudo de novo? Eu só quero saber o preço!
- Tá certo. Não sabe o nome do livro, né?
- É aquele novo... saiu agora.
- Não sabe o nome do autor?
- Ai, é um cara.
- Ok, estamos progredindo. É um homem. Não lembra nem se o sobrenome era simples ou não?
- Ai, é aquele cara...
- Tá bom. E pra que você precisa do livro? É pra algum trabalho?
- Não, moço, tá todo mundo comentando... ele é novo. Saiu agora.
- Agora? Agora quando? Este ano? Ou mais perto, este mês?
- Acho que foi este ano.
- Bom, deixa eu lhe explicar uma coisa: temos aqui uma lista de aproximadamente cem livros escritos por homens lançados este ano. Gostaria que eu lhe mandasse esta lista, ou prefere passar aqui para ver qual é o livro novo, que saiu agora, que você precisa?
- Olha, eu tô atrasada, preciso saber o preço desse livro agora, neste minuto. Liguei só pra saber esse preço e pra isso preciso ir aí, ou você me mandarem lista de não-sei-o-quê? Pelamordedeus!!! Cês são incompetentes mesmo, hein? Me fazem ficar quinze minutos no telefone, me fazendo um questionário imenso pra isso? Eu vou aí falar com o gerente amanhã de tarde, tá?
- Moça, eu sou o gerente e amanhã é sábado, não trabalhamos na parte da tarde.
- Não entendi.
- Eu disse que é uma ótima idéia vir amanhã de tarde, o gerente estará lhe esperando."
Liazap
Enviado por Liazap em 04/12/2005
Código do texto: T80624
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Liazap
Nova Petrópolis - Rio Grande do Sul - Brasil
208 textos (10702 leituras)
1 e-livros (129 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:16)
Liazap