Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

U.T.I. - Uma Parada Obrigatória

Primeira Parte:

Esclarecendo ao médico os sintomas e sendo medicada.

Segunda Parte:

Já me sentindo melhor...Tentei acalmar os meus filhos e os meus amigos.

Terceira Parte:

Dei entrada, na U.T.I...

Meus pensamentos rodavam buscando, aclarar as minhas idéias...Eu, que não costumo, demonstrar fragilidade, estava ali pasma a mercê, daqueles aparelhos barulhentos que insistiam, em me manter acordada, reavaliando a minha vida.

Olhando pela janela, enxergava-se nitidamente o progresso vertical do bairro do Tatuapé. 

Isto, me fez lembrar a minha infância das viagens que fazia de bonde linha Penha -Lapa, passando por entre os canteiros das chácaras daquele bairro tinhasse a impressão, que esticando o braço alcançaríamos, colher um pé de verdura, daqueles canteiros. Hoje temos a impressão, que cada pé de verdura, como num passo de mágica, foram transformados em edifícios.
Todos enfileirados, um ao lado do outro que nos impedem de enxergar, os bairros mais próximos ao centro da cidade...

O barulho do trem interrompeu o meu devaneio vertical...

O trem desfilando nos trilhos do ramal variante, aquele que passava no fundo do meu quintal, serviu de protagonista, de muita historia infantil. Passeios imaginários, viagens longínquas, onde costumavamos  levar, as bonecas e os amiguinhos, para um passeio diferente, um batizado de bonecas no campo.
Em cada estação, que o trem parava, subiam mais garotas (os), para a Festa de Batizado lotando todos os vagões do trem.

O barulho das buzinas dos carros parados, vindo do viaduto Aricanduva,  novamente  me trouxem a realidade...

Hoje no bairro da Penha o viaduto é o único acesso rodoviário, aos bairros que ficam  do outro lado da Av. Radial Leste...

Novas lembranças, vieram me visitar...A rua Guaiaúna era passagem garantida,  para chegarmos a esses bairros...

Atravessando os trilhos do trem, no ramal tronco, cruzando a Av. Conde de Frontin chegávamos, ao morro do Guaiaúna ...
Olhando de lá, o caminho percorrido, a visão ficava mais bela, ornamentada, pelas flores da chácara Hortolândia, que beirava a estrada de Ferro Central do Brasil.

Continuei exercitando a minha mente, no esforço de reviver cada lembrança, trazida por aquela paisagem na janela,  já que o meu corpo mantinha-se, imóvel naquele leito de U.T.I...







 

SanCardoso
Enviado por SanCardoso em 18/12/2005
Reeditado em 22/11/2012
Código do texto: T87572
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SanCardoso
São Paulo - São Paulo - Brasil
1528 textos (111864 leituras)
1 e-livros (213 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:57)
SanCardoso

Site do Escritor