Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LISTINHA DE ANO NOVO

        Não vem com essa de “eu , não”. Todo mundo, leia-se exatamente o que está escrito, todo mundo mesmo, chega aos finais de ano do mesmíssimo jeito:
- Nossa! Já??? Eu nem vi passar...
- Poxa, no próximo ano eu vou deixar de roer as unhas, vou parar de ser crica com meus filhos, vou..., vou.. e vou...
        Resulta que ninguém viu nada do que passou e também não vai fazer nadica do que está projetando para o próximo. E ainda por cima, fazem as famosas e chatérrimas retrospectivas. Eu, humildemente, resolvi fazer a lista das coisas que estão me faltando e os votos de alcançá-las, caso a galera não se oponha, claro. E também a lista das coisas para as quais deverei usar o famoso Artigo 6º. O de lixo.
        Assim é que começarei procurando meus óculos. Já revirei tudo e não os encontro. Os de sol, não perco nunca, porque me custaram os olhos da cara – um contra-senso, já que não ia haver necessidade dos ditos se eu tivesse que dar os olhinhos em permuta. De qualquer forma, cadê meus óculos? Qualquer pessoa que me conheça há um bom tempo, vai pensar que pirei geral, uma vez que, esta senhora aqui nunca usou óculos. Bingo!!! Isso explica todas as mancadas até hoje. Explica todas as sacanagens e rasteiras que eu não enxerguei, as criaturas tão boazinhas que me sacanearam e principalmente a minha estúpida fé em todo o mundo (vamos deixar Deus fora disso, que este não me decepciona nunca, com todo o respeito aos ateus). Então não há óculos??? Urgente, providenciar.
        O que me leva ao segundo ponto. Os óculos (ou em caso de vaidade, lentes de contato) podem ajudar a melhorar o que vejo no espelho. Pode vir Nosso Senhor Jesus Cristo, O Messias e Salvador, em pessoa pra dizer que eu até que ainda estou dando um bom caldo nos meus 43 que o raio do espelho vai logo colocando na vitrine todos os pés-de-galinha, de avestruz, de pato que puder só pra me sacanear. Talvez haja um probleminha de idade com Ele, o Espelho. Andamos tendo uns entreveros ele e eu e aí me vem uma suspeita de que o danado está puxando meu tapete. Assim, melhor comprar um espelho novo, além dos óculos. Isso deve resolver boa parte do problema.
        Outra coisa igualmente importante: preciso entrar num acordo urgente com o alemão que me acompanha. Famoso quem??? Ora, pitombas, o tal Alzheimer, que me dá uma amnésia dos diabos, só que me faz esquecer o que interessa e ocupa o lugar do esquecido com o que não interessa lembrar. Um bom acordo com esta figura deve resolver o problema. Ou, por outro lado, chamar um técnico e fazer uma limpeza da boa no meu hd, que anda processando tudo na base do HTML (leia-se Hoje Tá Muito Lento). Aliás, lenta, acho que é uma questão natural. Já nasci lenta. Lembrar de perguntar à mamãe se eu passei do tempo pra nascer. Vai ser lenta assim pra entender as coisas lá em... sei lá, escolhe aí o lugar.
        Lugar. Boa coisa pra pensar. Nunca sei o melhor lugar pra nada. Inclusive pra mim. Há horas em que eu estou onde não devia e onde devia estar, não lembro mais onde fica. E já que falei em lugar, será bom adquirir uma boa dose de falta de polidez para mandar umas criaturas incertas para aqueles certos lugares. Essa coisa de educação atrapalha muito. Mandar alguém à profissional-do-sexo-que-os-colocou-nestemundodemeuDeus (viu? Politicamente correta) pode ser um bom remédio para o estresse.
        Aliás, estresse. Straight to the point. No more stress. No stress, yes sex. That sounds good. Entendeu não? Ué, compra um dicionário. Cansei da listinha. Mas o sex vai ter que esperar mais um pouco.

Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 21/12/2005
Código do texto: T89011

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Denadai
Caracas - Distrito Federal - Venezuela, 54 anos
722 textos (154037 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 12:52)
Débora Denadai

Site do Escritor