CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Chefe tem que ser arrogante?!


Há pessoas que quando ocupam um cargo de chefia numa empresa, seja ela pública ou privada, se acham tão importantes e superiores a todos, que perdem o senso e começam a tratar mal seus subordinados. Esquecem o caminho que os levaram até ali; que um dia também foram subordinados a alguém e se imaginam deuses. São arrogantes e prepotentes. Desconhecem a ética, as boas maneiras, o companheirismo e acima de tudo – o profissionalismo.  Descarregam suas frustrações, seus desamores e até mesmo sua incompetência nos seus “imediatos” e quando isso ocorre, o clima torna-se desagradável entre as partes e, faz com que o trabalho não renda como deveria. Outro dia, fui procurada por uma colega dizendo-se bastante prejudicada por seu chefe, tendo em vista que o mesmo a sobrecarrega de tal maneira que a deixa doente.  Fez-me um desabafo, deixando-me perplexa; informou-me que tinha até procurado ajuda psicológica, e que o médico a aconselhou a tomar um determinado remédio controlado para relaxar seu descontrole emocional em face ao acúmulo de trabalho; Não estar conseguindo fazer suas atividades dentro de seu horário normal, tendo que levar por várias vezes para concluir em sua casa. Seu estresse chegou a tal ponto que não consegue dormir sem o uso do remédio. Quando estar em casa e pensa em voltar à empresa, já se sente atormentada e entra em pânico por ter que enfrentá-lo mais uma vez, prevendo que o mesmo lhe fará duras críticas e até xingá-la com termos “...se não tiver dando conta do serviço peça para sair da empresa...” , “...você trabalha muito devagar...”, “...é muito manhosa”, entre outras grosserias.
E interessante que a mesma deixou bem claro, embora tivesse que fazer todo o trabalho, mas se houvesse reconhecimento, se o comportamento do chefe fosse diferente – mais amável, com mais diálogo e educação, com certeza faria com toda satisfação. Mas com humilhação, grito falta de cortesia não há vontade para trabalhar, está desanimada, passa a ser desconfortável. E teme que não resista por muito tempo. A aconselhei a ser mais paciente e procurar conversar com seu chefe e esclarecer os pontos que a deixa tão perturbada, entrando num consenso. Porque trabalhar é bom e necessário, porém num caso desses, é prejudicial ao funcionário e a empresa.
Infelizmente há chefes que se vestem de uma falsa liderança e conduzem seus subordinados dessa forma; não conseguem enxergar que essa política está ultrapassada, que as pessoas precisam de motivação para sentirem-se dispostas em oferecer o melhor de si e assim sendo, sentir prazer em retornar à sua empresa todos os dias para executarem suas atividades; vestindo a camisa da empresa. Todos têm seus valores individuais, mas unidos em prol de um objetivo comum crescem e fazem sua instituição crescer. Um chefe eficiente não precisa estar a cada momento lembrando que é ele quem determina, pois todos sabem e o respeita por suas atitudes equilibradas, por seu tato em lidar com sua equipe. O sucesso em suas metas traçadas deve ser compartilhado com toda a equipe, pois só será alcançada com a colaboração do mais humilde ao mais elevado participante. Portanto, a educação, a humildade e o respeito, sempre serão ótimos aliados, e nada melhor que um chefe ter em seus colaboradores, amigos e grandes parceiros.
CELLYME
Enviado por CELLYME em 20/03/2008
Código do texto: T909904
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
CELLYME
Mossoró - Rio Grande do Norte - Brasil
1061 textos (60076 leituras)
1 áudios (21 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/07/14 23:33)