Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Reflexão de início de ano

O ano passou, (pôxa, estou ficando velho), e como todos os anos eu vi dezenas de pessoas se desejando tudo de bom, que os sonhos se ralizem entre tantas outras coisas típicas da virada do ano.

Eu acho até engraçado ver essas pessoas se prometendo coisas que não conseguiram conquistar nos últimos 12 meses. O que as faz acreditar que poderão voar no ano que se inicia se não conseguiram voar no ano que terminou? Fé? Esperança ? Ou perseverança ?

Eu sou chato não é mesmo ? Afinal de contas, vale à pena sonhar. Os sonhos tornam essa nossa vida um pouco mais suportável. Alguns de nós precisa mesmo dessas metas para poder “tocar em frente”. Tem um lindo poema de Mário Quintana que diz:

“Se as coisas são inatingíveis... ora!
não é motivo para não quere-las...
Que tristes os caminhos, se não fora
a magica presença das estrelas!”

(Mário Quintana)

Importante è não se prometer coisas demais, não se cobrar metas inalcansáveis, pois a não realização das mesmas, pode gerar uma certa frustração e desânimo para o próximo ano. Ou o que è pior, a obssessiva tentativa de conseguir essa ou aquela meta, pode fazer com que deixemos de lado outras metas menos cotadas por nós mesmos, mas também de essencial importância em nossas vidas; como o trabalho e os estudos e a relação a dois.

Eu eu? Será que não tenho metas para o novo ano? Certo que tenho. Afinal de contas, mesmo que eu tente me colocar acima dos meus semelhantes, julgando seus tradicionais augúrios de fim de ano, eu também sou um ser humano como outro qualquer, e mesmo sem querer, já tracei os meus planos para o ano que se inicia. Quais são? Ah! Isso é segredo. Mas o que certamente não è segredo, è que quero sobre tudo ser felíz, o resto o ano nos mostrará.

Felíz ano novo para todos nós, façamos dos versos de Quintana um hino para o ano que se inicia, e quem sabe chegaremos até as estrelas?

Ullisses Salles 02.01.06
Ullisses Salles
Enviado por Ullisses Salles em 02/01/2006
Reeditado em 14/01/2006
Código do texto: T93335
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ullisses Salles
Suíça, 40 anos
219 textos (69783 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:47)
Ullisses Salles