Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANO VELHO E  ANO NOVO

Nos últimos anos tenho aguardado os minutos finais do ANO VELHO,  na casa da minha filha, lá do ultimo andar de um edifício bem no alto, dessa colina da Penha.

O ano termina quieto como que, adormecesse antes de partir,  fico observando ao redor as luzes das casas, que permanecem acesas, acusando que seus moradores estão esperando, a chegada do ANO NOVO...

Rompendo o silencio, iniciasse um espetáculo único, com uma grande queima de fogos durante 1 hora interrupta, iluminando o céu em toda extensão. Assisto aquela cena emocionada, com a visão panorâmica de vários bairros da Capital-SP  e cidades como:Bom Sucesso,
Guarulhos, Zona Norte,Zona Oeste e Zona Leste.

Fico deslumbrada, diante daquele maravilhoso show de fogos de artifícios explodindo naquele espetáculo, uma manifestação de "ESPERANÇA", no ANO NOVO.

Olhando para baixo vejo o Largo do Rosário calmo, tranqüilo, tudo na praça foi restaurado, àrvores, bancos,a Igreja de N.S.do Rosário e Homens Pretos construída,  pelos escravos da antiga Irmandade dos Homens Pretos está toda restaurada, e,  pintada de azul e branco.

O VELHO e o NOVO misturam-se naquela paisagem brindando a chegada do ANO NOVO com esperança, alegria, algazarra, fogos de artifícios...

O ANO VELHO fenece na quietude daquela praça, remexendo com as minhas lembranças.

Largo do Rosário, cenário de muitas histórias - Bléim -Bléim - o sino da Igreja,  começava a tocar quando as procissões surgiam,  na entrada do Largo e continuava repicando, enquanto espocavam os rojões.
Não paravam de tocar, até que a banda de música terminasse de cruzar
o Largo, adentrando na Rua da Penha, indo em direção da Igreja Matriz.

Bléim –bléim ... Ouço ainda o barulho do sino que anunciaram,  por décadas, os inúmeros acontecimentos alegres e tristes da Comunidade Penhense, passagem obrigatória dos cortejos fúnebres, da missa das 10:00 hs no domingo, do famoso “FOOTING”,  nos finais de semana na Rua da Penha onde as moças desfilavam, exibindo-se aos jovens rapazes,
que ficavam parados ali naquela praça, assistindo ao desfile.

Largo do Rosário, local das concentrações dos trabalhadores, que chegavam em passeata da Pça da Sé,  no dia primeiro de maio, e eram aguardados, com banda de musica,  fogos,  rojões era uma festa emocionante,  que se encerrava com a missa campal.

Largo do Rosário, das procissões da Padroeira Nossa Senhora da Penha, todo dia 8 de Setembro, da quermesse, das aulas de catequese na Igrejinha dos Milagres...dos desfiles das fanfarras dos colégios do bairro, do Posto de Saúde, da Delegacia, da Padaria, do Restaurante São Luiz, do Parque de Diversões, montado no Largo, da roda gigante, do trem fantasma.
O silencio,  reinante no local contradizendo, com o barulho intenso, dos fogos de ANO NOVO... quieto, ele permanece soberbo, com a fidalguia de um monarca, ao termino do seu reinando...

Nessa noite o Largo está vazio, os seus atuais moradores foram comemorar no albergue, onde ganharam uma roupa limpa e um prato de comida quente...
Esperanças, para o ANO NOVO!

A chuva continua forte,  mesmo assim,  ela não impede os rojões, de rasgarem o céu desejando ...

BOAS NOVAS a 2006!


 

SanCardoso
Enviado por SanCardoso em 02/01/2006
Reeditado em 31/12/2012
Código do texto: T93553
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SanCardoso
São Paulo - São Paulo - Brasil
1530 textos (112060 leituras)
1 e-livros (213 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:29)
SanCardoso

Site do Escritor